Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Precipício Mata Grande

    Quando notou que esquecera o paraquedas e a asa delta e o ônibus iria descer, rodopiando feito folha ao vento, em queda livre, abandonou o volante à própria sorte e saltou para a salvação.
     Berrou: "enquanto Eu tiver asas para voar e pernas para saltar, mainha me tem e a tenho". Sob sono profundo, poucos ouviram.

       Frente a frente com o precipício da morte, preserva sua vida, quem gosta, ama, dá um like para sí.

Ninguém morre por ninguém...; por outro lado, morre quem morre.

Precipício Mata Grande e pequenos, também.
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 05/12/2020
Reeditado em 05/12/2020
Código do texto: T7128277
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
3071 textos (68952 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/02/21 00:08)
Mutável Gambiarreiro