Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Redemoinho Delirante

José Borges

As vezes vamos para a cama com o pensamento
turbinado e assim a mente fértil sonha acordada,
como se fosse um redemoinho delirante. Ai o
impossível fica perto de alcançar basta imaginar.

Autoria:José Borges da Silva Filho
Poetahdasletras
23/04/2020

Poetahdasletras
Enviado por Poetahdasletras em 23/04/2020
Código do texto: T6926533
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Poetahdasletras
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
2069 textos (33072 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 02:51)
Poetahdasletras