Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PEQUENA BÍBLIA

Jogada na sarjeta estava uma pequena biblia abandonada na rua,fazia algum tempo que ela vivia daquele jeito degradante.Durante o dia pedia nos semáforos,a noite dormia em algum banco de praça ou marquise.

Muitos que passavam pelo caminho da biblia que ficava na calçada,a via sem está vendo,mas ninguém se habilitava a fazer alguma coisa para mudar aquela situação de extrema penúria em que se encontrava.

Até que, um estranho que sempre passava por ali,sensibilizado com o estado deplorável daquela biblia e, como era amante de Edgar Allan Poe,resolveu tomar uma atitutde;pegou-a pela mão e conduziu até a uma instituição de ensino mais próxima.

Mas ao apresentar a biblia e o seu hitórico de vida e de sofrimento,o diretor foi logo taxativo com voz de trovão que, naquela instituição já não cabia mais ninguém porque estava superlotada.

Foi então que resolveu partir para outra.Com muita paciência e sapiência,se dirigiram a uma instituição de caráter eclesiástica na esperança de que está iria realmente acolher bem aquela pobre biblia abandonada.

Que grande e terrível frustração!

Disseram-lhe lá que ela não podia fazer parte daquela conceituada instituição,porque aquele lugar nao era um orfanato pra delinquentes muito menos um hospital público.

Decepcionado,ele agora só tinha uma única opção:Levar a pequena biblia para a casa de um pastor renomado naquele mesmo bairro para que este desse-lhe abrigo,um pouco de carinho e cuidasse de suas chagas das mãos e dos pés...E quem sabe da sua alma...

Mas este pensando só no seu umbigo,também a rejeitou se nem ao menos questionar.A estória absurda que ele inventou para o 'bom samaritano' é que aquela 'biblia' pertencia a outra filiação,isto é, a outra denominação e,que,portanto,não ia descascar aquele 'abacaxi' na sua casa.

Pois bem,esgotada todas as suas opções,o jeito foi ele mesmo levar aquela biblia suja e sem teto para a sua casa,já que fora rejeitada por quem deveria dar o exemplo.E assim iniciou seu calvário.Na ssua casa ele cuidou dos seus ferimentos,colou suas páginas soltas,cortou e remendou,deu-lhe comida e afeto completo.

Mas como tudo na vida tem um preço,seja para o bem ou seja para o mal.Com o passar do tempo já apegado aquela jovem biblia,a relação dos dois foi ficando desgastada,pois ele viu que ela era um poço de contradição,percebeu ainda que ela mentia demais para ele,tornando aquela relação ácida...

Tentou evitar várias vezes um confronto maior com aquela biblia que ficava arredia a cada dia,sabia que ela era astuta como uma cobra e que naquela altura dos fatos poderia lhe prejudicar de alguma forma;trazendo-lhe sérios problemas com o conselho tutelar.

Enfim,precisava fazer alguma coisa mas o que ?

Foi então que teve uma ideia maluca,entorpeceu a biblia com soníferos e levou-a até o coração de uma floresta densa.Ao chegar,amordaçou pés e mãos,preparou o altar,e com uma faca afiada e pontiaguada,desmembrou a pequena biblia parte por parte não deixando nada que pudesse alguém identificá-la.


FIM!
Joelson Gomes da Silva
Enviado por Joelson Gomes da Silva em 13/01/2021
Reeditado em 14/01/2021
Código do texto: T7159017
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Joelson Gomes da Silva
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 51 anos
1025 textos (23405 leituras)
5 e-livros (130 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/21 14:38)
Joelson Gomes da Silva