Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUA & SOL / DUETO COM GAMMY


Lua

Irmã minha que em algum lugar do cosmo alguém ordenou
Se chegue
A poesia disse que assim se faça
E tudo é mais bonito e cheio de graça

Porque você existe e completa minha rima
Tem coisas que é destino, sorte ou sina
Mais sei que nessa Lua, há morada para o Sol
Cabelos Vermelhos

Como farol a indicar, que nem sempre significa parar...
E sim dar continuidade
A essa estranha felicidade, que nem é tão estranha assim
É que é tão grande que não cabe tudo em mim

Então tenho que ficar escrevendo e dizendo
Espero não estar te enchendo com minhas sentimentalidades
É que minha sensibilidade se aflora
Toda vez que a Lua cobre o meu céu com sua beleza

Não preciso nem dizer
Pois sei que em você já guarda essa certeza Te Amo Maninha!
Assim de graça, que assim então se faça

E eu agradeço esse lugar do Cosmo
A poesia
E o Sol em toda a sua grandeza
Porque foi assim que tudo começou...

Gammy

SOL

Minha irmã, a vida lhe enviou para dar calor aos meus dias
Feito a aurora boreal
A poesia não pede, ela ordena
O mundo com ela é encantado, mágico

Completo sua rima porque amo rimar, versar, amar!
Sei que nesta vida acaso não existe, destino sim
Neste Sol e seus raios quentes fiz a minha morada
Seus cabelos veludo negro, com mecha vermelha

Irmãs que se gostam até em cores... Arco- íris
Continuou o seu trilhar...
Com sua beleza ímpar, deusa dourada
Sabendo dizer, quem fica ou vai

Neste lindo caminho nosso, florido
Vivemos esta bela magia, este tanto de amor
Que nem é tanto assim, apenas foi traçado na eternidade...
De tão imenso tive que chamar a mana, para dividir com ela

Uma metade no Sol, outra na Lua, união
Mana Sol tem que ficar escrevendo e a Lua não diz não a poesia
Fica de cá respondendo
Sentimentalidades temos ambas

A minha explode, quando um verso teu me chama
Porque achas que virei tua irmã de coração?
Toda vez que o Sol, clareia os meus dias, com seus raios quentes
Verdade não precisa ser dita, apenas sentida

Também sei que tem no coração, meu amor, te amo maninha!
Emoção demais, que assim então, se eternize...
Agradeço ao universo
A poesia
E a Lua com toda sua luminosidade
Porque foi assim que tudo começou

Luamor


Gammy,  minha irmã Sol, é uma poesia viva, em um email que me envia não importa o assunto, a poesia grita dentro dela ordenando querendo versos, e ela na hora faz, e me envia no próprio email, para sua irmã Lua, que também não consegue dizer não a poesia... Esta ai a união!

Poetas meus amigos, espero que gostem... É sempre um prazer trazer para vocês coisas que fluiram do coração.

Gammy te amooooooooooooooooooooo irmã Sol... Sua irmã Lua
Luamor e Gammy
Enviado por Luamor em 01/03/2013
Código do texto: T4166362
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Luamor
São Paulo - São Paulo - Brasil
1077 textos (83781 leituras)
17 áudios (923 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 10:35)
Luamor