Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Navio Negreiro VI, de Castro Alves (séc. 19), J B Pereira: LADAINHA BOSQUIANA DE LOUVOR E VENERAÇÃO AO SANTO NOME: IMACULADA CONCEIÇÃO DA VIRGEM MARIA & Estudo para ser humano, estudo para mim e para servir...

interpretação de Adriana Calcanhotto

Existe um povo que a bandeira empresta
P'ra cobrir tanta infâmia e cobardia!...
E deixa-a transformar-se nessa festa
Em manto impuro de bacante fria!...
Meu Deus! meu Deus! mas que bandeira é esta,
Que impudente na gávea tripudia?
Silêncio. Musa... chora, e chora tanto
Que o pavilhão se lave no teu pranto! ...

Auriverde pendão de minha terra,
Que a brisa do Brasil beija e balança,
Estandarte que a luz do sol encerra
E as promessas divinas da esperança...
Tu que, da liberdade após a guerra,
Foste hasteado dos heróis na lança
Antes te houvessem roto na batalha,
Que servires a um povo de mortalha!...

Fatalidade atroz que a mente esmaga!
Extingue nesta hora o brigue imundo
O trilho que Colombo abriu nas vagas,
Como um íris no pélago profundo!
Mas é infâmia demais! ... Da etérea plaga
Levantai-vos, heróis do Novo Mundo!
Andrada! arranca esse pendão dos ares!
Colombo! fecha a porta dos teus mares!

https://www.letras.mus.br/adriana-calcanhotto/718879/

_____________________


LADAINHA BOSQUIANA DE LOUVOR E VENERAÇÃO AO SANTO NOME: IMACULADA CONCEIÇÃO DA VIRGEM MARIA, SEU MI

Autor: J B Pereira
Formato: rtf
Tamanho: 491 KB
Ano: 2017
Enviado por: J B Pereira
Enviado em: 31/01/2019
Classificação: seguro
Sinopse: Tesouro em que Jesus escolheu por prêmio Eterno, Morada pura e reconfortante e Fortaleza contra todo pecado, que Jesus a quis desde toda Eternidade como Mãe e seguidora primeira desde Belém até Pentecoste, Rainha íntegra ao lado do Rei Jesus, Nosso Senhor e Salvador, Mediadora que aceita a única Mediação de Jesus, Advogada celestial ao lado de Jesus e do Espírito Santo, Corredentora ao lado do nosso único Redentor, Senhora da América Latina, estrela da Evangelização, Madona dos Continentes, cujo olhar nos envolve e nos volvei hoje e na hora na nossa morte, contra a morte eterna, Vanguarda Celeste e Assunta ao Céu de Corpo e Alma, Tipo Vivo da Igreja, Mãe dos Pobres e Aflitos. Rogai por nós e com Jesus para sermos honestos e arrependidos de todo pecado a favor do mundo, pedindo a Deus pelos que não aceitam e não creem na Trindade Santíssima. Envolva-nos com seu Manta Azul e Véu Branco de Pureza, Maria Vai à Frente, Senhora desadora dos nós! Senhora Nossa de Três Mil Títulos vindos do coração do Povo de Deus: Filha de Deus Pai, Mãe de Deus Filho, Esposa de Deus Espírito Santo, Virgem de Nazaré – Mãe do Carpinteiro, Belém e do Presépio, Éfeso: Theotokos, Roma – Mãe dos Mártires, da Consolação – Senhora das Dores e dos Prazeres de Deus, de Pentecostes – Virgem e Mãe da Igreja, Virgem dos Navegantes, Senhora do Pilar, Senhora do Brasil de São José de Anchieta – Conceição Aparecida, Mãe do Ciro de Nazaré-Brasil, Salete, Fátima, Lourdes, Guadalupe, Natividade, Auxiliadora de Brasíl
Baixar
(clique aqui para baixar o arquivo)

_____

Comentários

17/02/2020 22:31 - J B Pereira
Que a Aurora marial que antecede o Sol possa nos introduzir ao Trono do Altíssimo, sermos de Deus no Paráclito, eternal, maternal, filialmente...

17/02/2020 22:08 - J B Pereira
Ladainha de amor à Mãe de Jesus e Nossa... Antes de ser Nossa, já era Senhora de si, mas com tanta humildade que Deus a confidenciou seu Projeto de Amor, concedendo-lhe a maravilhosa graça da Maternidade Divina de seu Filho Jesus, Nosso Senhor e Salvador Nosso!

https://www.recantodasletras.com.br/e-livros-de-generos-diversos/6564122


____________

Estudo para ser humano, estudo para mim e para servir: para a saber que sei ainda pouco, e quero um pouco mais, um pouco mais ainda. Um pouco melhor e um sabor e saber de eternidade. Vivo o que sei e morrerei aprendendo que sei que saberei mais além de mim e, em meu eu profundo, sonho com o mundo melhor e uma vida sem fim: Deus como amor e fonte do saber do sabor de conhecer, fonte do conhecimento e do autoconhecimento. "Como um espelho, me verei como sou visto... E saberei quem sou o que sou..." J B Pereira. ______ 1 Coríntios 13, 11___ Quando eu era criança, pensava como menino, sentia e falava como menino. Quando cheguei à idade adulta deixei para trás as atitudes próprias das crianças. ____12 Agora, portanto, enxergamos apenas um reflexo obscuro, como em um material polido; entretanto, haverá o dia em que veremos face a face. Hoje, conheço em parte; então, conhecerei perfeitamente, da mesma maneira como plenamente sou conhecido. ___13 Sendo assim, permanecem até o momento estes três: a fé, a esperança e o amor. Contudo, o maior deles é o amor! O correto uso dos dons.... - disse São Paulo aos moradores de Corinto, 1 ª carta. ____ Escrita por volta do ano 55 d. C. Paulo encontrava-se em Éfeso - a terceira viagem missionária dele (Atos 19:1; Atos 20:1). ___ https://pt.wikipedia.org/wiki/Primeira_Ep%C3%ADstola_aos_Cor%C3%ADntios

25/03/2019 19:37 - J B Pereira
Obrigado, amigo, por sua visita! A poesia é fluir da alma, é protesto, é coragem, é mergulho na vida cotidiana. O poema não é um alienado e despretensioso. Almeja ser lido e lido! Ser útil: a lira e o lirismo estão para o texto, como a estrada e o cenário existem e são para os viajores. Leia mais, ame mais, perdoe mais, ajude mais o próximo...

20/03/2019 23:45 - J B Pereira
O que é feito com amor eternizasse com louvor... J B Pereira Se houver espinhos alguém machucou venha o madeiro o jovem pendente braços abertos fixos e seguros seguros livre mente para abençoar acolher perdoar amar, amar... amar... não condenar... jamais. Muitos querem colher rosas sem espinhos outros tem as rosas lindas e sabem lidar com os seus espinhos próprios... Na cruz, os espinhos doíam e incomodavam muito, de fato, em cada ato, ingratidão, caia o Cristo, "via Crucis," ao chão. Entrego-lhe, Jesus, tudo por amor, o remédio vem de seu coração manso e generoso entregue total ao seu Pai Deus, por Tu quem sois - Misericordioso! Não ligo se criticam, debocham, ironizam, depois de tanto e tanto, trabalho e pranto, Meu Deus, dói aqui dentro, haja coração: sofro e olho ao Mestre e Senhor - peço seu manto vermelho - rubo de amor para me fortalecer se sou fraco e pecador... Contigo, forte e alegre, colho as rosas lindas do meu colorido jardim em jasmins e oiço os anjos e coros dançando e cantando bandolins e clarins ... ... Ora - se fizeram ao meu Jesus, sendo Luz e que nos conduz por que não nos fariam a cada dia - se acima - há uma Vontade Divina sábia que - contumaz- nos assistia a cada ato de dor, sofrência e ingratidão?

https://www.recantodasletras.com.br/e-livros-de-poesias/6602397
____________


J B PEREIRA - POEMAS. In: I Antologia poética do Recanto das Letras. 2019. 1ª Ed., vol. 2, p. 133.

Autor: J B Pereira e J B PEREIRA iN: EDITORA RECANTO DAS LETRAS. Cássia Oliveira (org.)
Formato: rtf
Tamanho: 653 KB
Ano: 2019
Enviado por: J B Pereira
Enviado em: 20/03/2019
Classificação: restrito
Sinopse: FILOSÓFICO E ALTRUÍSTA: QUE A FELICIDADE_NÃO É O QUE PENSAM SER/QUE NÃO É AUSÊNCIA /DE DOR E SOFRER,/NEM QUE É ELIXIR MÁGICO/ANTES É A CONDIÇÃO /INTERNA DE QUEM /ACREDITA QUE CONSTRÓI/SEU SER DE MODO/DIFERENTE, NÃO DEPENDE /DAS EXTERIORIDADES/APENAS COMO DETERMINANTES/PARA QUEM É - SE DEVER SER...__RETORNAS À INFÂNCIA: Vós éreis mistério luminoso no Pensamento Divinal/E ocultastes o abismo em que fluía em vós/ E viestes ao útero em tempo oportuno terrenal/E como água do Rio - Imensidade ecoou a vossa Voz//Sabíeis que não sois Sóis e víeis as fases da lua/Refletia em cada Lago inteira e virtualmente/Quando das profundezas clamastes, e o grito da rua/ deixou-se vagar entre os oceanos, de repente//Onde o arrebol se fez não gentil quanto precisáveis./Frêmitos inocente e crápula migraram à consciência /O mundo hostilizou-vos em cataclismos insaciáveis.//Pedíeis dores de Parto quando parecia impaciência/ E da Alma: almejáveis os umbrais da Santidade/Mundo-verme despia-se; Águia via-se a Eternidade! _POEMA-AO MEU FILHO ÚNICO EU TE AMO DE VERDADE.../ TU ÉS O TESOURO /DE BELEZA E DE ETERNIDADE//E A LUZ SE EXPANDE E SENTE/COMO O MALEÁVEL OURO/ QUE BRILHA EM NOSSAS VIDAS//TUDO NOS É DIFERENTE /QUANDO SE TEM UM FILHO/QUANTA ALEGRIA!//O LAR CHEIO DE VINDAS E IDAS /É COMO UM BRILHO/A VIR DE NOITE E DE DIA.//NÃO SE OCULTA O FASCÍNIO/O MISTÉRIO FLUI DE REPENTE/A FÉ VENCE MEDO E DECLÍNIO/POIS VIVER É SEGUIR EM FRENTE//__ERA UM SONHO–À DO CARMO _ O CÉU ESTRELADO - E OUVI AS ESTRELAS...
Baixar
(clique aqui para baixar o arquivo)

https://www.recantodasletras.com.br/e-livros-de-poesias/6602397
J B Pereira e https://www.recantodasletras.com.br/e-livros-de-generos-diversos/6564122 & https://www.letras.mus.br/adriana-calcanhotto/718879/
Enviado por J B Pereira em 17/02/2020
Código do texto: T6868497
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2826 textos (1567769 leituras)
35 e-livros (529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/04/21 10:55)
J B Pereira