Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como assim, não quer usar máscara?!?!

Ontem tivemos mais um trágico recorde desde o início da pandemia no Rio Grande do Sul: 144 mortes, sendo 82% delas de idosos, de pessoas acima dos 60 anos. Superamos o número de 101 óbitos registrados por Covid-19 no dia 22 de dezembro, com o mesmo percentual a atingir os idosos. Logo, a "segunda onda", no verão, é maior do que a primeira, no inverno, e a atitude dos que não estão se cuidando devidamente está contribuindo para o espalhamento crescente do vírus e dizimando as pessoas dos grupos de risco.

É doloroso ver as faixas etárias que representam apenas 14% da população gaúcha serem mais de 80% das vítimas. Nas duas ocasiões, não foram verificadas mortes em pessoas abaixo de 29 anos - não que elas não aconteçam e, inclusive, pessoas dessa idade apresentam graves sequelas após contraírem Covid-19. Ontem, os 18% de óbitos restantes se deram na faixa de 30 a 59 anos, vitimando principalmente as pessoas inseridas nos grupos de risco. Não bastasse esse horror, ainda continuamos assistindo negacionistas, antivacinas e pessoas sem máscara dando sua mórbida contribuição para esse tormento.

A propósito disso, repercutiu muito nas redes sociais a fala recente da microbiologista Natália Pasternak no Jornal da Cultura, quando, inquirida pelos repórteres sobre como deveríamos proceder com as pessoas que se recusam a usar máscara, após matéria que dava indicações de "etiqueta social" para lidar com isso, desabafou: “Tem gente morrendo. Não tem humor, não tem leveza, eu não tenho que pedir permissão do outro para dizer que ele tem que usar máscara, que ele tem que fazer a coisa certa. Ele tem que tomar vergonha nessa cara que ele vai matar alguém”. Ao final, arrematou: “Poucas vezes vi uma reportagem tão inoportuna”. Deixei link para o vídeo completo abaixo, para quem ainda não o tenha assistido.

Aqui na região, a cidade de Triunfo teve cinco óbitos em seis dias e a prefeitura está adotando medidas de isolamento social para o final do ano. Temos de contribuir para evitar mais espalhamento, mais casos e mortes em todas as cidades da Região Carbonífera, eis que por aqui, embora estejamos na bandeira laranja do Distanciamento Controlado do governo estadual, também sofremos os efeitos crescentes e nefastos da segunda onda, que já indicam um início de 2021 com muitos problemas.

Cuidem-se para, também, cuidarem. Usem máscara, mantenham o devido distanciamento social, protejam os idosos e demais pessoas dos grupos de risco nesse final de ano.


Vídeo: Jornal da Cultura, 27 dezembro 2020 - https://www.youtube.com/watch?v=0nZFVZnolD8&feature=emb_logo
João Adolfo Guerreiro
Enviado por João Adolfo Guerreiro em 30/12/2020
Reeditado em 30/12/2020
Código do texto: T7147621
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
João Adolfo Guerreiro
Charqueadas - Rio Grande do Sul - Brasil, 52 anos
1066 textos (168369 leituras)
83 áudios (14241 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/03/21 23:04)
João Adolfo Guerreiro

Site do Escritor