Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ODE AOS ÓCULOS

Meus óculos fazem bem mais do que, simplesmente, corrigir as falhas da miopia. Eles filtram o que os olhos vão enxergar. É como se eu tivesse um fiel sentinela sobre o nariz com a tarefa de poupar-me de ver cenas que poderiam acarretar tristeza, lamentos, dor no peito. Assim quando percebem que algo adverso se avista, imediatamente refazem o cenário para torná-lo menos afligível, menos rebarbado, menos cruel. Assim só vejo um mundo afável, belo, sorridente. Assim não serei alvo das nevascas da miséria, da inquietude da desumanidade, do aridez da fome, do desmantelo da solidão. Por isso nunca vou me desfazer deles. Pelo menos enquanto não quiser degustar de certas infelicidades que povoam o redor com tanta disposição e verdade.
Oscar Silbiger
Enviado por Oscar Silbiger em 02/08/2020
Reeditado em 02/08/2020
Código do texto: T7023877
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Oscar Silbiger
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1853 textos (45967 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 15:30)
Oscar Silbiger