Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Pré-Nostalgia

"Nostalgia é um termo que descreve uma sensação de saudade idealizada, e às vezes irreal, por momentos vividos no passado associada a um desejo sentimental de regresso, impulsionado por lembranças de momentos felizes e antigas relações sociais." - Wikipedia

Sou uma pessoa bastante nostálgica, frequentemente volto ao passado, recordo-me das boas coisas, às vezes até idealizo um pouco, vejo o que passou melhor do que via na época.

Tenho a sorte de ter pré-nostalgia. É um comportamento atípico, em que a pessoa, percebendo que um certo momento está chegando ao fim, já sente a nostalgia antes que o final efetivamente ocorra. Acho isso bom porque, pressentindo que algo acabará, tento aproveitar ao máximo enquanto isso não ocorre.

Estou assim com o isolamento, recebi hoje a notícia que o trabalho presencial recomeça semana que vem, ainda que em rodízio. Perdoem-me os milhões de pessoas que perderam amigos ou parentes queridos, ou que ficaram sem emprego ou renda. Sou solidário às dores, mas seria cinismo dizer que foi ruim. Para mim, especificamente, houve muito mais ganhos do que perdas.

Nesse tempo de pandemia, teve coisas muito boas que sentirei falta. O melhor foi que, com a família toda em casa nos mesmos horários, após cada refeição ficávamos um pouco sentados conversando antes de retornar às atividades de faculdade e trabalho. Quantos papos deliciosos e ideias trocadas. Para os que têm filhos universitários, que brevemente seguirão seus caminhos provavelmente fora de casa, é um privilégio tê-los junto da gente, dá vontade de esticar ao máximo.

Estive por quatro meses em teletrabalho. Não joguei horas e horas da vida fora no trânsito, não respirei poluição, não andei entre assaltantes e mendigos do centro, não tive de engolir rápido as refeições para voltar logo, falei com as pessoas só quando queria, pude ter horários flexíveis, não acordei super cedo, nem cheguei em casa tarde da noite, pude correr antes de trabalhar, as refeições eram com a família, comida boa da esposa, uma verdadeira maravilha.

Minhas perdas foram limitadíssimas, não deu para tomar cerveja com os amigos, nem ir a restaurantes, não pude comprar algumas coisas. Falando sério mesmo, relevante foi só não poder viajar, ver amigos queridos do interior e jogar golfe.Trocava fácil essas perdas por não ter de me expor ao risco da Covid 19.

A minha sorte é a pré-nostalgia. De agora até a volta, cada dia que eu passar em casa vai ter sabor especial, vou viver mais intensamente porque será um momento raro, que vai se repetir muito menos. Vou correr de manhã sentido o ar, curtindo os movimentos do corpo e aproveitando tudo que posso.

Assim é a vida, “carpe diem”, aproveite o dia, viva o momento. E é torcer para que um dia algo melhor do que uma doença, uma mudança de mentalidade na sociedade possa trazer de volta todas essas coisas boas de um modo de vida bem melhor que pude experimentar e já sinto saudades.
Paulo Gussoni
Enviado por Paulo Gussoni em 31/07/2020
Código do texto: T7022455
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Paulo Gussoni
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil
118 textos (7462 leituras)
19 áudios (265 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 04:03)
Paulo Gussoni