Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Enfim, um Cenário Melhor da COVID 19

Enfim, após 62 mil mortos, um sofrimento enorme que não acabou e está longe do fim, parece que ao menos passamos o topo da epidemia. Aos poucos vamos chegando ao estágio dos outros países, de mortes decrescentes, a humanidade está aprendendo a controlar o vírus.

Em todos os países, os casos vieram dos que tinham contato com o exterior e cresceram rápido, pois é extremamente contagioso e difícil de detectar, porque mais de 90% dos casos são assintomáticos, a pessoa nem sabe que está transmitindo vírus para seus parentes, os doentes não se isolam, nem usam máscaras. Aí, vem a fase do pânico, muita gente vai para os hospitais, que lotam e as mortes começam.

Já ficou claro que o que mata quantidades enormes de pessoas é não ter respiradores e UTI para casos graves. Em todas cidades com grandes números de mortos, a partir do momento em que se conseguiu ter equipamentos e reduzir ocupação, as mortes começaram a cair.

É evidente que o uso de máscaras reduz bem o contágio. Não é a toa que países pobres como o Vietnã e gigantes asiáticos populosos com China, Coréia e Japão tiveram menos mortes que muitos desenvolvidos. A razão é que neles, a população usa máscaras há anos, e com a epidemia começaram a usar mais cedo do que os ocidentais que arrogantemente acharam que não seriam afetados.

Mesmo onde o surto ainda é gravíssimo como no Brasil e Estados Unidos, há boas novas. Nas cidades onde os respiradores e UTIs cresceram, como São Paulo, e nas americanas que se prepararam, os mortos estão diminuindo, mesmo com casos aumentando. Vacinas estão surgindo, muitas já eficientes em humanos nas fases finais de testes. Tratamentos com o Remdevisir e com corticoides estão evitando mortes em parte dos casos graves.

Entendendo isso, é mais fácil tomar os cuidados. Se não pode se isolar, que continua sendo o mais prudente, tem de usar máscara sempre. Se você está numa cidade no começo da epidemia, precisa saber onde tem UTI se precisar, ainda que seja outra cidade ou precisa pagar particular para salvar sua vida, se tiver um caso grave. É cedo para comemorar, entretanto, já dá para olhar com menos pessimismo para o futuro.
Paulo Gussoni
Enviado por Paulo Gussoni em 03/07/2020
Reeditado em 05/07/2020
Código do texto: T6995222
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Paulo Gussoni
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil
120 textos (7485 leituras)
19 áudios (265 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 07:44)
Paulo Gussoni