Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavra Solta - Lampião ainda não morreu

Palavra Solta - Lampião ainda não morreu

*Rangel Alves da Costa


LAMPIÃO AINDA NÃO MORREU. Isso é fato. Prometem matá-lo de vez no próximo ano, em pleno Seminário (evento que será realizado em Piranhas, nas Alagoas), em meio aos estudiosos, pesquisadores e fanáticos, como no Senado Romano: “Até tu, Brutus!”. Até agora está comprovado que o Rei do Cangaço não morreu. Estou esperando apenas que saia do ventre da mãe, vez que também ainda não nasceu. A verdade é que como andam as coisas, com todo dia surgindo um novo absurdo, Virgulino Ferreira ainda será dado à luz. E daí por diante podem matá-lo todo dia, como, aliás, vêm fazendo todo dia. Isso mesmo, todo santo dia inventam um fato novo sobre o cangaço, uma aberração, uma fantasia sem pé nem cabeça. Lampião morreu, não morreu. Morreu com um tiro, com três, com mil. Morreu envenenado, morreu baleado, nem morreu. Acreditar mais em que, em quem? Noventa por cento de mentiras, oito por cento de quase verdade, dois por cento de verdade que ninguém quer acreditar. Durma com um fantasma desses!


Escritor
blograngel-sertao.blogspot.com
Rangel Alves da Costa
Enviado por Rangel Alves da Costa em 22/09/2019
Reeditado em 22/09/2019
Código do texto: T6751454
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rangel Alves da Costa
Aracaju - Sergipe - Brasil, 56 anos
10276 textos (307556 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/19 18:32)
Rangel Alves da Costa