Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depressão

Estive em uma sala bem escura há pouco tempo, na verdade ainda vivo nela. Acontece que num dia desses qualquer, e até despretensioso, eu meio que vislumbrei alguns raios de sol passando pelo espaço entre o chão e a porta, fiquei hipnotizada. Sabe aquelas coisas curiosas que a gente não consegue parar de olhar? Arrisquei-me a dar uma espiada pelo buraco da fechadura. Fiquei inquieta. Revirei minhas coisas, sabia que a tinha guardado em algum lugar... Finalmente achei uma chave escondida no fundo da gaveta da minha comada. hesitei, passei dias perambulando de um canto para o outro na sala escura. Então, não pude mais me conter em tentar testá-la e para a minha surpresa, olha só, a chave funcionou. De vez em quando eu dou uma escapada para o mundo exterior. Sorrio, mas não sinto felicidade. Converso, mas apenas palavras. Caminho, mas não sem medo. Volto para a sala, a minha sala escura e segura, onde não preciso ser nada além de alguém só. As vezes eu quero sair de verdade, quero sorrir de verdade, quero falar mais que apenas palavras.... sentir e principalmente não sentir medo...Só não tenho certeza se estou pronta para voltar a viver nesse mundo tão cruel de novo.

As vezes eu saio da minha sala escura e solitária... Mas a escuridão e a solidão não saem de mim.
Camila Gimenez
Enviado por Camila Gimenez em 26/04/2019
Reeditado em 26/04/2019
Código do texto: T6632572
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Camila Gimenez
Gama - Distrito Federal - Brasil, 31 anos
37 textos (2780 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/05/19 14:16)
Camila Gimenez