Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIÁRIO DE UM FANTASMA

Estou iniciando um livro, e transcrevi o primeiro parágrafo do primeiro capítulo intitulado "Como morri na agonia do desespero" para que pudesse ler algumas opiniões e críticas. É apenas o início, já tenho mais 5 capítulos prontos... mas resolvi colocar apenas o começo. Obrigado.

"     Eu andava pela noite sem saber o que encontraria pela frente, na esperança de que algo monstruoso me atacasse e me levasse deste para outro mundo, na esperança de poder fugir desta tormenta que rondava meus pensamentos, na esperança de que tudo simplesmente desaparecesse. Nada do que aconteceu poderia ser mudado e meu psicológico gravemente abalado havia me deixado em um estado em que não havia forças restantes para sequer deixar-me em pé. Talvez a curiosidade sobre o motivo deste assunto deva tê-los tocado, mas explicarei mais adiante pois agora nada disso nos interessa.
     Dobrei uma esquina escura e prossegui. Pensava em minha família – com um pingo de remorso que invadia meu corpo repentinamente – e no meu futuro tristonho que desde aquele dia revelador passou a ser assim. Pensava em meu filho, que, segundo diziam os médicos, nasceria daqui a cinco dias. Pensava na vida, que corria rapidamente sem me deixar aproveitá-la... Enfim, repetir um verbo não nos levará a nenhum lugar, portanto prosseguirei com esta história."
L Andrade
Enviado por L Andrade em 28/12/2011
Código do texto: T3411351
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
L Andrade
Curitiba - Paraná - Brasil, 27 anos
13 textos (386 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 14:46)
L Andrade