Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Foi sem querer



Quantas vezes pensamos em voltar a trás, e nada como usarmos aquela velha frase foi sem querer. Muitas vezes isso não adianta, é tarde demais. Ao encontrarmos com uma garota perfeita, por alguma razão que me leva acima da compreensão, foi sem querer amor, não faço mais, foi sem querer amor, não me atraso mais. Não faz mesmo; pois é a primeira e a ultima vez.
Mesmo estando errado, não me ajoelho para pedir perdão. Foi sem querer, não quis magoar seu coração.
Percebo ao longo da vida, essa frase se usa quando não tem nenhum argumento convincente daquele olhar crente, que não adianta dizer nada. Principalmente quando achamos o gostosão na hora do vamos ver, o troço não funciona não. Foi sem querer meu amorzinho, isso nunca me aconteceu antes. Outra frase usada, que nem deveríamos falar.
Mas o homem insiste em usar e a mulher insiste em acreditar, isso que pesamos, mas deixa pra lá. Doce ironia do destino, diga-me mais uma vez o que eu faço para você me perdoar?
Esta certa que era sua amiga, mas foi assim, sem querer que minha boca encostou-se à dela, que por sinal me lembra a tua. Assim como esse tapa que recebi no final são parecidíssimos, idêntico invés de amigas, não são irmãs?
Foi sem querer, digo aos meus pais. Desde que me conheço por gente, essas são as palavras que saem com mais freqüência de minha boca, são as palavras que eles conhecem mais. Principalmente a chegada do boletim. Tinha a cara de pau em dizer, foi sem querer, não queria tirar essa nota, mas vou fazer o que? E a desculpa pela minha incompetência caia nas costas do professor que me persegue assim como suas notas, um dos dois estão de compro contra mim. Nessas horas vejo que até mesmo os meus pais estavam.
O fato que todos nos estamos farto de desculpas que não servem mais. Hoje falo isso aos meus filhos, o que meus pais me falavam. Hoje falo isso aos meus alunos, o que meus professores me falavam. Hoje falo isso pra mim mesmo, ao não fazer nada direito, molecagem nunca mais.
As coisas que não aprendi direito, as coisas que não saíram do jeito que deveriam ser. Carrego nas costas as lembranças de um sem querer, mais do que querer, em as coisas não fazer por simples capricho de um ser que não para pra pensar. Levar a vida no sem querer, não da mais.
Estamos casados de nos mesmo, em apenas dizer, estamos casados e muitas vezes não pagamos pra ver. Apenas usamos as frases, foi sem querer, mesmo assim seria melhor não dizer.
Mas fazer o quê?
 Foi sem querer, que escrevi esse texto para vocês.
Sandro Sansão
Enviado por Sandro Sansão em 07/09/2011
Reeditado em 29/04/2012
Código do texto: T3206609
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sandro Sansão
Miracatu - São Paulo - Brasil
893 textos (36805 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/19 01:27)
Sandro Sansão