Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nordeste En-cantador

O Nordeste que canto me encanta
Pelas suas riquezas culturais
Infinitas belezas naturais
Numa terra em que a seca se agiganta
Nordestino na roça quando canta
Pede chuvas a Deus o criador
Quando chove na roça o lavrador
De joelho agradece ao Pai Eterno
E a Caatinga cinzenta veste o terno
Como é belo o Nordeste En-cantdor!
                          II
Meu Nordeste é bonito e animado
Tem forró, maracatu e baião
Tem quadrilhas nas festas de São João
Só se vê “arraiá” pra todo lado.
Tem ciranda, tem frevo, tem reisado
Tem repente na voz do cantador
O Nordeste é o grande percussor
Dessa arte que tanto nos facina
Salve, salve a cultura nordestina
Somos nós o Nordeste En-canatdor.
                           III
Me orgulho em ser filho do Nordeste
Em ter esse sotaque carregado
No lugar onde chegou sou notado
Minha fala é uma marca inconteste
A cultura é o pano que me veste
Não reclamo do sol abrasador
Sou o canto, recanto acolhedor
Sou cordel no cantar de Patativa
Sou cultura pulsante sempre viva
Decantando o Nordeste En-cnatador.
                         IX
Sou cabeça pensante da cultura
Na história recente fui senzala
Preconceito de raça não me abala
Sou um forte erguido em pedra dura
Água mole não bate até que fura
Pois não baixo a guarda ao invasor
Sou paisagem desértica, sou fulô
Margeando o famoso “Velho Chico”
Sou Nordeste, sou pobre e sou tão rico
Sou a força de um povo encantador.
                             V
Só quem é nordestino como eu
Sertanejo, matuto da mão grossa
Que conhece a luta lá da roça
E que muita farinha já comeu
Tem um santo para chamar de seu
Que intercede junto a Nosso Senhor
Padre Cícero é o santo protetor
Mamãe disse quando eu era menino
É o santo do povo nordestino
Viva a fé do Nordeste En-cantador.
                            VI
Meu Nordeste é o berço natural
Das paisagens mais lindas do Brasil
Suas praias que têm belezas mil
Para mim não existe nada igual.
É roteiro turístico nacional
Conhecido até no exterior
É presente das mãos do Criador
Que pintou este céu azul-celeste
E depois deu o nome de Nordeste
Pra inspirar o poeta cantador.
Tião Simpatia
Enviado por Tião Simpatia em 08/10/2019
Código do texto: T6764389
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tião Simpatia
Fortaleza - Ceará - Brasil, 42 anos
43 textos (31205 leituras)
1 áudios (23 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/19 01:42)
Tião Simpatia