Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
POETA AMADOR
 
Sou poeta amador
Nasci sem berço de ouro
A família é minha base
É o meu maior tesouro
Não sou de causar intriga
Corro a mil léguas de briga
Jamais me meti em tretas
Minha arma é o meu sorriso
O meu maior paraíso
É andar por entre as letras.
 
Pois quando estou escrevendo
É como um êxtase total
Sou pássaro alcançando as nuvens
Liberdade magistral
Perco todos os meus medos
Conto a vida sem segredo
Só das letras eu sou refém
Só desperto com um beijo
Atiçando meus desejos
Desejos que a vida tem.
 
Escrever é como um rio
Água mansa e correnteza
Ás vezes fico à deriva
Nos braços da natureza
A solidão me acalma
Sinto um tomar da alma
Sou vagalume que vagueia
Mesmo expressando dor
Escrever é um grande amor
Estrela que me clareia.
 
Tento escrever com carinho
Ao meu amigo leitor
Se escrevo coisas fortes
Mas é feito com amor
Se você é um que ler
Venho a ti agradecer
Que grande felicidade
Para ler os meus escritos
Que não é nada bonito
É amigo de verdade.
 
JOEL MARINHO
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Joel Marinho
Enviado por Joel Marinho em 26/07/2019
Código do texto: T6705476
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Joel Marinho
Manaus - Amazonas - Brasil, 45 anos
1208 textos (17136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/07/20 16:34)
Joel Marinho

Site do Escritor