Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Jogo de fogo - cordel


A gente brinca com fogo
E na hora a gente foge
Com medo de se queimar
Parece um jogo de azar
Uma brincadeira séria?!
Penso ser uma fantasia
Virou vício uma mania
Brincamos de se enganar

Escrevemos peraltices
Querendo nos convencer
Com palavras malcriadas
Num duelo de prazer
Medo de se entregar, tolices!
Mostrar o que há no coração
Escondendo no pensamento
A verdadeira razão...

Sabemos o que queremos
E temos nossa prioridade.
Pra você, sua vida conjugal
E pra mim, a minha liberdade
Assim levamos esse jogo
Sem saber o que dará o final
Isso não importa na verdade
Sabemos que é caso banal

Às vezes nos traímos
Acreditando nada ser
Nossos pensamentos imãs
Numa sintonia de loucuras
Nos permitimos sem censuras
Ultrapassando o convencional
Sentimentos contraditórios
Queremos sem querer afinal

Amando e odiando pelo celular
Nessa inconstância emocional
Esse é o ponto da questão
Tentação, adrenalina, algo carnal
Fugimos de nossa vida trivial
Para brincarmos na doce ilusão
Jogada, guerra de ego, algo assim
Nesse jogo de fogo sem fim...

By Claudia Florindo Corrêa
31/01/18
Claudia Florindo Corrêa
Enviado por Claudia Florindo Corrêa em 31/03/2019
Código do texto: T6612214
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudia Florindo Corrêa
Mangaratiba - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
264 textos (3767 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/19 13:11)
Claudia Florindo Corrêa