Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOJE SÓ RESTA A LEMBRAÇA

        I
Sinto o toque carinhoso
Da minha mãe me acordando
A sua voz surrando
Do seu jeito cuidadoso
Aquele café cheiroso
Na mesa já preparado
Fico de olhos fechados
Me vendo outra vez criança
Hoje só resta a lembrança
Do que eu deixei no passado
       II
Aquele chá milagroso
Se houvesse alguém doente
As garrafas com sementes
Seu caminhar cauteloso
O seu assentar charmoso
E seus contos encantados
Nós ao redor assentados
Sua fé sua esperança
Hoje só resta a lembrança
Do que eu deixei no passado
        III
Aquela casa de taipa
Que mamãe mesma pintava
As ervas que ela plantava
E pendurava nas ripas
Aquele cheiro de tripa
De porco gordo assado
O milho verde quebrado
Alho pendurado em trança
Hoje só resta a lembrança
Do que eu deixei no passado
        IV
As noites enluaradas
Num terreiro bem socado
Esteiras no chão forrado
Cordel canções e risadas
Um vira lata de guarda
E um peru gordo amarrado
Algodão bem ensacado
Arroba sem ter balança
Hoje só resta a lembrança
Do que eu deixei no passado.

Thiago Alves
A Arte de Thiago Alves
Enviado por A Arte de Thiago Alves em 06/04/2017
Código do texto: T5963588
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
A Arte de Thiago Alves
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 59 anos
179 textos (12714 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/10/19 19:16)
A Arte de Thiago Alves