Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OPERAÇÃO ESTUPRO MENTAL - PARTE 2

-CONEXÃO MENTAL ESTABELCIDA. INICIANDO A OPERAÇÃO ESTUPRO MENTAL...
- PASSEI PELO BURACO NEGRO. FUI ATRAÍDO PELA ENERGIA DE UM PLANETA ESCURO,TALVEZ EU ENCONTRE ALI O PRÓXIMO RAW...



- Vale dos enforcados-

Uma corda velha envolve meu pescoço fino. Ela esmaga minha garganta. Sinto meu pescoço queimar. O ar aos poucos vai desaparecendo. A circulação se prende em minha cabeça fazendo com que a temperatura do meu rosto suba rapidamente. Meus olhos saltam para fora. Sinto meu coração pulsando em meu rosto. Minha língua escapa da minha boca. Um fio grosso de saliva escorre pelo canto de meus lábios. Meu corpo chacoalha em meio aos espasmos. O som da corda velha se une ao som dos ossos estalando em meu pescoço cada vez mais alongado. Defeco em minhas calças e tenho um ereção. Após uma última tentativa de respirar meu corpo se cala no silêncio do vale dos enforcados...
Antes de morrer eu percebo a chegada de uma bela mulher. Ela se aproxima e diz o seu nome. É Ix Tab, deusa dos enforcados. Ela toca gentilmente a corda que estraçalhava o meu pescoço,acariciando-a. Em seguida ela se ajoelha ,abre minhas calças e toca em minha ereção . Com suas mãos azuis ela masturba meu pênis ,ejaculo em seu rosto azul turquesa. Talvez a coloração de sua pele seja assim pelo fato dela não respirar,pois um laço bem feito e uma corda enorme envolvem seu pescoço fino e suave.
Aos poucos vou deixando a vida enquanto ejaculo na face da bela deusa azulada. No céu abutres negros sobrevoam agitados enquanto cantam sua canção da morte...
Azrael aparece para conduzir a deusa dos enforcados,com suas asas,manto e capuz negros. Em seu corpo ele traz milhares de olhos e em sua boca alguns tentáculos esverdeados se movem lentamente.
Estou morto e meu corpo será devorado pelos abutres,que em seguida defecarão os meus restos mortais na terra seca do vale dos enforcados, alimentando esse planeta escuro que está prestes a morrer...


- A caminho da Cidade das Lágrimas-

‘’Eu tnheo que cehgar lgoo nseta mldaita  cddiae das láirgams / mnhias pearns  deóem e eals etãso têrumals / não ageunto mias, é mituo pseo praa crragear.’’

Assim falou o homem de pernas fracas,cobertas com chagas marrons. Os ossos frágeis estão visíveis por causa da pele fina e sem vida que cobre aquele corpo doente e miserável. O pobre homem mal consegue se sustentar e caminha com dificuldade. Seus olhos estão vendados por um lenço negro bem amarrado em volta de sua cabeça pequena. Sua expressão é de dor , medo e desespero. Cicatrizes em seu corpo o transformam num verdadeiro mapa de sofrimentos ambulante. Não possui pelos em seu corpo adoecido e suas feridas amareladas cospem pus para todas as direções. Em sua cintura ele traz um livro em branco,um símbolo mágico que lhe fora entregue pelo grande xamã da máscara negra com chifres de galhos em sua cabeça, que vive na floresta da flatulência. Ainda em sua cintura,ele traz um pequeno boneco pequeno,branco e inteiramente feito com dentes humanos. Escaravelhos e lacraias negras lambem o prurido de suas feridas. Baratas,escorpiões ,serpentes,um bode negro e um anão sem as pernas o seguem formando uma pequena procissão de seres fiéis e silenciosos que sempre estarão atrás daquele pobre homem , aonde quer que seu corpo magro e cadavérico os levem.
Nas suas mãos magras e ossudas ele carrega um pequeno bebe morto. Sua pele é cinza e apodrecida, dezenas de vermes bailam deslizando por todo o seu corpo. O pobre homem traz consigo aquele pequeno cadáver desde o início de sua jornada, sem nunca o abandonar.

‘’Vjea puqneo bbee mroto ,aqluea é a ávrroe dos rcéem nacsdios . Ohle e vjea qauonts bbees etsão brotndao dos glhaos, penudraods cmoo bleos furots prntoos praa sreem coilhods . ‘’

Um demônio verde toca violino ao pé da árvore de bebês , enquanto a procissão de insetos,do anão e do homem vendado que carrega o pequeno ser morto em suas mãos segue a sua trajetória , rumo a cidade das lágrimas que é governada pelo imperador mandril , protegido por seu feroz exército de babuínos assassinos.

Os macacos desenvolveram uma enorme inteligência graças a invenção da jovem cientista Jamisia Joyce. Ela criou a poderosa pílula Lótus,que aumenta a capacidade de raciocínio dos primatas. Enquanto ela e o seu grupo de pesquisa desenvolviam a substância, a humanidade enlouquecia. Assassinatos,estupros,canibalismo,infanticídio, crianças violadas,escalpelamento,empalamentos, desmembramentos,etc. A loucura humana exterminou a espécie.
Os macacos que antes serviam como cobaias para os testes com Lótus desenvolveram uma nova inteligência e se organizaram. Seu líder era o grande mandril, protegido pelo seu exército feroz de babuínos. A pequena quantidade de seres humanos que ainda sobreviviam buscavam a salvação no enforcamento. Alguns boatos dizem que Jamisia Joyce fugiu para o vale dos enforcados para não cair nas mãos dos humanos tomados pela loucura.

O planeta escuro em breve morreria...




- O ritual do Rei Vermelho -


-ESCUTE ME AGORA, SEU NOME É RAW  E EU SOU A SUA CONSCIÊNCIA. ESTOU AQUI PARA TE AJUDAR E PARA...

‘’Esrpee! Atnes que vcoê cnotiune a flaar, demveos fciar em slinêico e tpaar os nssoos ovuidos praa que os vetnos sorridtenes não nos diexe srudos e não nos precbea por auqi. Saus gragalhdaas são enusrdecedroas e pdoem nos dxeiar luocos’’.

‘’Eu te cnoheço,nós smoos um e sooms o tdoo. Vcoê etsá em mniha mntee praa me aujadr, mas qeum sreá aujaddo é vcoê. Eu te msortaeri o cmaihno, apneas me sgia’’.

Nesse instante o anão sem as pernas,que seguia a procissão, diz para a voz que estava dentro da cabeça do homem doente vendado que carregava o bebê em estado de decomposição nas suas mãos.

- Raw! Tome cuidado com o rei vermelho ele irá te testar e se você não passar pelo seu teste ele vai te devorar, e o fará não pelo prazer de saborear a sua carne, mas sim pelo prazer de poder regurgitá-la.

- MAS O QUE ESTÁ ACONTECENDO? EU TIVE UM GRANDE TREINAMENTO MENTAL ,ESTUDEI AS ARTES MÁGICAS OCULTAS , ESTUDEI A PSICOLOGIA DA LOUCURA E ESTIVE NA MENTE DE MUITOS RAWS E EM DIVERSAS REALIDADES E MUNDOS PARALELOS. NÃO ENTENDO COMO ESTE HOSPEDEIRO PODE ME VER,TALVEZ EU TENHA SIDO ATRAÍDO POR OUTRA ENERGIA QUE DE ALGUMA FORMA CAPTOU MINHA ENTRADA NESTE MUNDO E NESTA REALIDADE. TALVEZ EU NÃO ESTEJA NA MENTE DA MINHA CÓPIA CÓSMICA,DO RAW QUE EU PRECISO AJUDAR NESSA MISSÃO. EU PRECISO ME CONCENTRAR NOS SÍMBOLOS DE ABERTURA PARA TENTAR ME RECONECTAR COM O HOSPEDEIRO REAL. AQUI TUDO É MUITO CONFUSO,NÃO POSSO ME PERDER. CORRO O RISCO DE NÃO VOLTAR MAIS E DE SER SUGADO PELO CÉREBRO DESSE SER O QUAL ESTOU MENTALMENTE LIGADO. TENHO DE MANTER A CALMA E ME CONCENTRAR NOS SIGILOS E NOS RITUAIS DE LIBERAÇÃO CORPÓREA. TALVEZ SEJA ALGUM PROBLEMA NAS SINAPSES...

 A energia mental de Raw estava se sentindo perdida naquele planeta desconhecido e dentro daquela realidade confusa.

Raw se perdia cada vez mais na mente do homem que liderava a procissão.
Enquanto Raw se concentrava em sua missão e nos seus possíveis erros mágicos cometidos durante a sua viagem para essa dimensão desconhecida, uma tempestade gigante de areia surge no horizonte. Sua coloração avermelhada ia colorindo todo aquele vale ressecado com sua sombra rubra.
De dentro da tempestade de areia vermelha surgiam alguns seres.  Algumas prostitutas com mais de noventa anos de idade,usando maquiagens carregadas e que não se lembravam do valor que cobravam pelo sexo pois o Alzheimer já havia consumido suas memórias. Crianças embriagadas de álcool e viciadas em heroína , com o rosto envelhecido pelas substâncias e com os olhos afundados no rosto, gritavam desesperadamente por um trocado para poderem alimentar seus vícios. Homens leprosos  trajando roupas de bailarinas, mostrando suas habilidades na dança enquanto seus membros caem em pequenos pedaços pelo chão. Padres,pastores,sacerdotes,rabinos,gurus,mulás e clérigos de todos os tipos utilizando cintas ligas e calcinhas negras enquanto desfilam pela tempestade de areia. Todos surgem numa dança macabra no meio daquela nuvem escarlate. Um último ser surge dali, em uma motocicleta enorme de três rodas utilizando roupa de couro negro,cinturão de balas,anéis prateados com crânios,dragões e escorpiões como ornamentos nos dedos. Cabelos longos e negros,uma barba escura,segurando uma garrafa de Jack Daniels em uma das mãos.

-Finalmente você chegou meu velho amigo RAW. Você finalmente encontrou o caminho de volta para casa. Dessa vez a missão é ajudar a você mesmo, talvez a missão mais difícil de todas as que já enfrentou pelos vários multiversos que visitaste. Esse planeta negro é a sua mente,o lado negro de seu cérebro,chame de inconsciente se quiseres. Tudo o que você está vendo aqui é você. Tudo aquilo que foi obrigado a ignorar durante a sua vida terás que enfrentar agora. Aqui  me criou e me deu o nome de Lúcifer,sou o grande demônio dos seus infernos interiores e este é o meu reino. Sou a sua rebeldia e a sua fúria interna. Aqui encontrará a cura na tua loucura interior. Eu sou a sua voz e a letra A negra brilha em tua testa., não tenha medo do buraco negro no céu. Destrua o grande ditador Mandril e o exército de babuínos,cure as chagas dos doentes que caminham na procissão sem rumo. Tu sabes que o grande sofrimento dos humanos vem do medo, do sexo e da morte e que eles são mantidos como escravos em suas vidas. Estão todos aprisionados em seus próprios corpos,liberte-os!  Siga em frente RAW, pois sabes que eu sou Lúcifer e nós somos um e o todo somos nós.

A energia mental de RAW seguiu a sua jornada pelo planeta negro que ele agora tinha descoberto que aquele mundo todo era ele mesmo. Ele entendeu que sua missão era libertar os mundos que ele visitava e onde habitavam as suas outras versões de realidades diferentes. Entendeu em seu íntimo que em todos os luagres o grande problema era o mesmo,combater aqueles que mantinham os seres escravos de si próprios,de seus medos,de seu sexo e de suas mortes. Sua luta se dava contra o grande império do medo.

RAW flutuou pelas radiações dos rios de plutônio onde o rei vermelho contava mentiras com a bunda para cima utilizando os pés para fazer mímicas estúpidas. Olhou para trás e viu a tempestade de areia vermelha se dissipando. RAW passou pelos labirintos de intestinos,adentrou pelo vale dos banheiros químicos onde no fundo das privadas haviam rostos de pessoas que serviam para defecar e urinar em cima. Dezenas de rolos de línguas higiênicas que serviam para limpar as partes íntimas daqueles que utilizavam os banheiros do vale.

A terrível frota de naves alienígenas se preparava para o ataque ao planeta Terra. Seu exército colossal marchava triunfante pela escuridão negra do cosmo silencioso. Milhões de naves prateadas com caldas de escorpiões,garras afiadas e dentes brilhantes como lâminas. Atrás a poderosa nave mãe acompanha a marcha espacial rumo ao pobre planeta Terra de RAW.

Enquanto isso um garoto de 13 anos percebia que o seu corpo estava se transformando em madeira. Em pouco tempo ele iria se tornar mais um boneco...
K H A O S
Enviado por K H A O S em 13/12/2016
Código do texto: T5851684
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
K H A O S
São Paulo - São Paulo - Brasil, 38 anos
34 textos (3848 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 01:38)
K  H  A  O  S