Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Harmonia nas coisas naturais

                      Harmonia nas coisas naturais

As coisas na natureza têm que ser naturais, tem que haver sempre uma relação de entendimento/, consentimento. Por exemplo; vemos as arvores primeiro nasce a arvore, que vem a dar a flor, para em seguida nascer a fruta. Nas aves, primeiro nasce a avezinha, que acasalando com uma ave macho, depois vem o ovo, para dar motivo a outra avezinha, tudo isto sucede de forma natural e tudo se dá muito harmoniosamente, assim acontece com todas as espécies, mas não existem aberrações, tudo se passa com harmonia e amor. O começo do desentendimento, começa quando existem espécies, que querem dominar outras para se alimentarem, entre elas há uma ave, que criando confusão, não para se alimentar, mas antes engana pequenas aves, para que estas alimentem seus filhotes, como são uns filhos comilões, pois estas aves, quase sempre vão por os seus ovos, nos ninhos de aves mais pequenas, estas afadigam-se a voar, para trazerem alimento para uma que não é sua, como é de porte maior, andam sempre esfomeados, então as pequenas aves, não param para alimentar uma cria esfomeada, deixando de alimentar bem os seus próprios filhos, devido à canseira, mas sempre alimentando uma cria parasita, sendo que os seus filhos naturais acabam morrendo à mingua. Esta famosa ave oportunista, chama-se Cuco. Eu não sei se habitam noutras partes do mundo, mas na Europa elas existem, em especial em Portugal, na província do Baixo Alentejo, creio que também no Alto Alentejo, Ribatejo e no Algarve, na zona de Monchique e na serra do Caldeirão. Esta ave, faz-me lembrar algumas pessoas, que também vivem explorando o seu semelhante, não gosta dos seus filhos, como devia, antes encarrega outros de lhes dar alimento, e por vezes a educação, mas estes por uma questão genética vai acabar por seguir o método de seus pais. Eu chamo a estes e aqueles de parasitas do semelhante.
J.Rodrigues (Galeano) 20/08/2017
Galeano
Enviado por Galeano em 25/08/2017
Código do texto: T6094843
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Galeano
Portugal, 83 anos
664 textos (112045 leituras)
14 áudios (2011 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 01:03)
Galeano