Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Sonho lll

Esta noite eu tive um sonho, sonhei que estava próximo a uma estrada de ferro junto a um morro e a ferrovia descia morro abaixo. E esta estrada de ferro fazia uma curva e esta curva era toda arborizada, quando de repente ao longe eu vejo um trem vindo, e junto à ferrovia havia umas mulheres conversando e duas crianças brincando, gritei para as mulheres pegarem as crianças por causa do trem e assim elas fizeram. O trem passou, tinha uns 14 vagões e vi-o fazer a curva e sumir ladeira abaixo, fiquei por ali, as mulheres e as crianças desceram para uma residência abaixo da ferrovia, onde tinha uns rapazes conversando, fiquei ali distraído foi quando eu vi uma carroça subindo pela a estrada de ferro, achei estranho, pois ela estava lotada e não tinha cavalos a puxando então quando ela fez a curva vi um rapaz magro empurrando a subida acima, na realidade, ele parecia um espantalho, o chapéu que ele usava era igual à de um espantalho, suas roupas toda remendada, ai ele foi se aproximando e eu vi que seus braços eram tão secos que nem se via as veias, mãos grandes, mas era apenas ossos coberto por uma pele seca sem gordura, vestia uma bermuda e seu corpo dançava dentro dele, as pernas secas com a pele grudada nos osso, um sapato velho com furos nas beiradas não sabe de onde ele tirava força para empurrar aquela carroça ladeira acima carregada ate o topo de sei lá o que, pois havia uma lona protegendo a carga. Ai eu falei, nossa como você conseguiu subir esta ladeira toda e ainda empurrando esta carroça, ele me disse, ainda tem mais vinte para subir, eu falei, minha nossa. Ai ele sumiu, dai a pouco ele apareceu empurrando outra carroça, toda velha estropiada com as rodas tortas e quando ele foi colocar ela ao lado da outra que ele já havia trazido à roda quebrou e a carga se espalhou no terreno, um monte de pedaços de corpos, braços, pernas, troncos, então eu lhe perguntei, o que é isso, ele me disse. Isso é meu alimento, então eu acordei e fiquei pensando tentando entender aquele sonho e perguntando a Deus, porque eu tenho estes sonhos absurdos?
Alberto Gonçalves
Enviado por Alberto Gonçalves em 14/08/2019
Código do texto: T6720069
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Alberto Gonçalves
Ipeúna - São Paulo - Brasil
756 textos (35580 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 23:27)
Alberto Gonçalves