Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os Fred

De: José Borges/

Depois de dois anos eu, Ana e nosso cachorro.
Fred, saímos para visitar e conhecer o apartamento,
Onde mora meu filho Renan e sua esposa Aline e por
Incrível que parece seu cãozinho de nome Fred.

Não era novidade que eles moravam no quarto
Andar e que o prédio não tinha elevador à novidade
Era que para entrar com o Fred nosso cachorro tinha
Que ser carregado no colo...! Assim lá fomos nós
Rumo ao topo o Fred no colo da esposa e
Eu de muleta.

Ao fim da escada encontramos meu filho e a esposa.
O cansaço era tanto que mal conseguíamos respirar e
nessa hora que cai a ficha e você percebe que a Idade e
Uma realidade ai e só gargalhada.

Nossos cães de nome Fred não tinham nada em
Comum o meu era preto e grande enquanto o outro extremamente Pequeno de cara chata. Tudo ia bem...
Até trocaram cheiros na bundinha até pareciam amigos de infância.


Meu Fred já se sentindo em casa já foi
logo bebendo a água e marcando território
O que não agradou o pequeno Fred que quis
Logo mostrar quem manda no pedaço.

Assim eu entendi como foi o dialogo caninos
Entre eles. O pequeno fred querendo mostrar
que era machão...Foi logo querendo enquadrar
E com latidos arredios disse ai Negrão aqui não
e casa da sogra então vê se fica longe da minha
Agua e da minha comida.

Meu fred não gostou nada da provocação e com
Dentes acirrados e com ruivos foi logo dizendo...
Beleza o toco de amarra jegue fica na sua que eu
Fico na minha

O pequeno fred quando viu que o
Negrão ficou bravo quis contornar
A situação e disse ia Negrão ficou bravo
Vamos trocar uma ideia.

Trocar uma ideia o caralho ai
toquinho já te Falei fica na sua.

Beleza negrão você quer ficar na ignorância
O problema e seu ´´O problema e meu não
Toquinho o problema e seu se ficar me enchendo
A paciência .

O Negrão esquece o que falei
Eu estava tirando uma, vamos.
Pular vamos zuar

que ver eu deixar meus pais irados e
só fazer um xixizão fora da frauda kkk.

Você pirou na batatinha toquinho
Não quero nem papo com você não vou
Nem te olhar e quando seus pais forem
Visitar-nos nem vai porque se for vou..
Mixar no seu pé.

Ia Negrão vai ficar nervosinho
Too te avisando toquinho sai fora
Eu não sou toquinho meu nome e
Fred

Que Fred você está mais para
Toco de amarra jegue . kkk ...
Acho que já passou da hora de
você ir embora negrão.

Negrâo e teu passado toquinho kkk
Vai lamber suas bolas .kkkk
Vai você . kkkk

Autoria:José Borges da Silva Filho
Poetahdasletras
01/10/2019
Poetahdasletras
Enviado por Poetahdasletras em 01/10/2019
Reeditado em 01/10/2019
Código do texto: T6758716
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Poetahdasletras
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
1816 textos (29971 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/19 13:32)
Poetahdasletras