Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ainda há tempo

Será que é tarde ou ainda há tempo de consertar algo que por medo não foi dito?

Enquanto o último suspiro não vir de encontro, haverá esperança de modificar as coisas.

Provar para si mesmo(a) que está diferente do que um dia já foi e mesmo que antes tenha errado foi por amor ou por talvez acreditar que estava indo pelo caminho certo.

Erros no caminho foram cometidos e alguns não foram reconhecidos, mas há tempo de reconhecer o que lhe fizeram e que cometeu como um aprendizado e não como algo ruim.

Mesmo que o momento não seja bom, haverá algo de bom a tirar de cada situação.

Naquele breve Adeus dito com lágrimas nos olhos, por um breve momento foram de tristeza, mas com a certeza de um dia se encontrarem novamente.

O amor que fica no peito nunca se apagará mesmo que a presença física não seja mais possível, as lembranças ainda lhe farão lembrar do que de bom aconteceu.

Aprenderá que tudo passa e se renova, não é necessário correr atrás daquilo que não vem ao seu encontro de forma espontânea.

Alguém ainda vai te olhar e te enxergar como tem que ser, ficará pelo mesmo motivo que poderia partir.
Karol Costa
Enviado por Karol Costa em 16/09/2020
Código do texto: T7064658
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Karol Costa
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 33 anos
214 textos (7557 leituras)
33 áudios (376 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 18:25)
Karol Costa

Site do Escritor