Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coma

Nem bem eu mesmo sei, como e quando isso se deu inicio...
Meio que acordei um dia, não muito físico, apenas em pensamento...
Minha mente podia voar livremente, sem destino e tempo para voltar...
As luzes ofuscam minha visão, sem fôlego não podia gritar...
Aquietando-me, observo pessoas ao redor...
Muita gente rodeia meu corpo, ainda em sono profundo...
Sinto a essência de fossos pensamentos mordazes...
Ninguém parece perceber, mas ainda sou capaz...
Entendo quando esconde os sentimentos, sinceros ou não...
Preso em minha própria mente, sinto a falta de tua verdade...
Adoraria ter de volta a vida, adoraria acordar...
Mas, tua existência mentirosa, mantém-me romanticamente em coma...
Eduardo Perez
Enviado por Eduardo Perez em 06/02/2019
Reeditado em 09/02/2019
Código do texto: T6568727
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Eduardo Perez
São Paulo - São Paulo - Brasil
94 textos (4513 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 16:26)
Eduardo Perez