Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHAS MEMÓRIAS ( 38 ) - DE VOLTA A VITÓRIA ES...



Minhas memórias   ( 38 ) - Novos desafios e amores mil...



Como cheguei a tarde de Segunda feira na empresa já eram quase seis horas da tarde... mas fui saber como seria a programação da noite, pois na minha ausência o meu braço direito Toshio que é técnico que já trabalhamos juntos muitas vezes e um homem de minha plena confiança...

Claro que deixei todos esses dias com ele... e deixei o meu telefone a disposição para que quando precisasse me ligasse... mas não me ligou nenhuma vez... assim percebi que não houve nenhuma surpresa desagradável... durante a minha ausência de propriamente uma semana ...

- E ai chefe como foi a sua viagem a Goiânia??? A Ana e a Nanny... sentiram a sua falta... diz ele sorrindo... me gozando pois a Ana e a Nanny são as duas empregadas do nosso apartamento... pois quando eu morava com os engenheiros da empresa... num apartamento de 300 metros quadrados com 5 quartos onde três eram suites... e com duas salas enormes com vista para o mar... mas que tinha um defeito... só uma garagem para um carro só... dai os outros carros dormiam no posto de gasolina ou mesmo na rua... principalmente quando a gente chegava da farra de madrugada devido os gringos que passavam no meu apartamento as 22 horas e ficavamos até as 4 horas da manhã na farra nas boates de Vitória ou Cariacica ou Vila Velha do outro lado da cidade capital do Espirito Santo onde residiamos e dai tinha duas empregadas... uma para cozinhar... que era uma garota que trabalhava na boate como cozinheira... e na parte da manhã trabalhava no nosso apartamento apenas para fazer o café da manhã e o almoço... e ia descansar... pois trabalhara a noite inteira... como cozinheira...

Assim tinha a outra que fazia a faxina do apartamento e deixava a tarde o jantar pronto e depois ou ficava a minha espera pela carona.. pois Serra é outra cidade a 20 km de Vitória e ela morava por lá... como já tinha tido a Maria que tinha sido a nossa faxineira e quando ela saiu pediu para que eu contratasse a Ana pois ela precisava trabalhar...para ganhar seu sustento pois tinha três filhos...

Quando entreguei o apartamento pois fiquei sozinho não valia a pena pagar um aluguel absurdo por apenas eu naquele apartamento enorme com 5 quartos... que só servia para alojamento quando algum engenheiro viesse pernoitar... dai como tinha multa antes de um ano... fiquei morando até completar 1 ano e não revalidei o contrato e combinei de dispensar a cozinheira... e ficar apenas com a Ana como empregada que fui levar para trabalhar 3 dias por semana no apartamento do Toshio que morava sozinho num apto de 2 quartos sala e cozinha... dai montei uma cama de casal .. no quarto maior e o Toshio ficou com uma cama de solteiro no quarto menor...

A Nanny trabalhava para ele duas vezes por semana.. as terças e quinta... dai coloquei a Ana para trabalhar as segunda... quarta e sexta feiras... e assim no sábado a gente se virava sozinho nas tarefas caseiras...

E o Toshio pagava meio salário minimo a Nanny e eu meio salário minimo a Ana... pois agora não era mais funcionária da empresa... mas minha funcionária do lar...

Logo fui fazendo amizade com a Nanny que era bem mais arisca que a Ana e era bem casada e a Ana desquitada de um marginal que era o pai da segunda filha dela... e que tinha matado alguém e assim ela ainda fazia a vez das visitas levando a sua filha para vê-lo...

Mas como a Nanny estava com o marido doente sem poder trabalhar... me perguntou se ela poderia trabalhar aos sábados e se eu pagaria algumas horas extras a ela... para poder sustentar a familia durante tal doença do marido que é pedreiro... e não tem carteira assinada... e nem INSS...

Fiz o que ela pediu... e também fornecia uma cesta básica para as duas empregadas... pois o meu salário pago pela empresa era muito bom para um engenheiro ... e assim começamos a ter um caso... e sem que o marido soubesse... e a Ana já era cama e mesa durante o tempo que trabalhava no outro apartamento... dai tinha almoço em casa todos os dias... das 11 horas... até 13 horas... mas como chefe... sempre me atrasava... e acaba indo almoçar as 12 horas e voltava as 14 horas... mas sempre com tal cama e mesa... acabava até não voltando a tarde... e me programando a trabalhar no periodo noturno de plantão até as 22 horas... quando saia com os gringos para a farra noturna...

Não sei como eu não adoeci... com tanto trabalho diurno e além do prazeres carnais e ainda ter uma noitada na boate... onde eu era o tradutor dos gringos... pois a maioria só falava inglês ou alemão... e as acompanhantes mal falava bom dia ou boa noite em inglês... ou em alemão... e claro apenas muito obrigada... após receber em dólares ou em euros pelo ato de amor...

Teve um gringo que pagou 300 dólares... por 15 minutos com a tal profissional do amor... que mostrou a todas suas amigas...

- Olha... ganhei 300 dólares.... !!!

- A partir dessa noite... todas queriam esse nosso amigo perdulário...mas aquilo foi só publicidade... nunca mais pagou mais de 50 dólares por prazer com elas!!! kkkkkkkkkkkk

Assim conhecemos mais de 50 boates... em Vitoria ES e descobrimos que 49 boates são de 7 proprietarios espanhóis e chilenos... e as mulheres mudam de boate todas as noites... e assim sempre tem mulher nova nas boates... mas que elas continuam circulando pelas outras sete boates...

Bem meus amigos... se contar algumas daquelas surpresas não programadas... da minha secretária querer saber como era uma boate... pois ela nunca tinha frequentado tais ambientes... e quando ela foi depois de algumas doses de whisky importado... que a gente levava para a boate... escondido... e abriamos... e pediamos gelo... para os refrigerantes... dai colocavamos o whisky nos refrigerantes... e embedavamos todas as nossas acompanhantes..

A minha secretária começa a dançar a música do Tchan... na boquinha da garrafa... e um sujeito foi mexer com ela no meio do salão... e ela não gostou e deu um tapa no sujeito... e tive que interferir... para ela não apanhar no salão... pois ninguém principalmente as profissionais do amor.... mesmo que apanhem... não reagem... e tive que explicar para o sujeito que ela era a minha secretária ... e não era profissional... que ele pegasse outra que essa tinha dono...

Assim a confusão acabou pois eu era conhecido e com mais quatro a seis gringos bem maiores que eu... alguns como aqueles gigantes dos testes de jogar o barril de concreto por cima das barras a mais de 4 metros de altura... ninguém iria mexer e discutir comigo... com esses gringos como segurança estava eu bem assessorado!!!

Foram 4 anos de Obra onde trabalhei para SETAL prestando serviços a Peyrani e depois a SMS - VAI UK e no final como fiscal da própria empresa CST contratante da Obras da Tiras de Laminação à quente de 2000 a 2004 e inauguramos já no governo de Lula... e o Ministro Mares Guia foi quem compareceu na inauguração da fábrica... mas eu já estava em outra obra... pois somos como ciganos... e não temos lar em lugar nenhum... só tais companhias maravilhosas para poder passar o tempo tão solitário entre dias e noites... pelo trecho... uma vida maravilhosa para solteiros... mas para casados com certeza vai acabar com seu casamento se a mulher for muito ciumenta!!!

Nota do autor:- Jamais digas que dessa água não beberei!!! Pois vais se arrepender!!! kkkkkkkkkkk
Ivan Tadeu dos pobres
Enviado por Ivan Tadeu dos pobres em 19/03/2021
Reeditado em 19/03/2021
Código do texto: T7210506
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Ivan Tadeu dos pobres
Praia Grande - São Paulo - Brasil, 76 anos
5072 textos (79151 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 23:40)
Ivan Tadeu dos pobres