Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHAS MEMÓRIAS ( 32 ) - UMA AVENTURA NA AMAZÔNIA...


Minhas memórias ( 32 ) -  Urucu - Base Petrolífera de Polo Arara...



Fui contratado assim que retornei de Goiás, com destino a Amazônia exatamente naquela floresta onde todos dizem que estão desmatando e admiro que para que pudesse ir ao local fui contratado em São Paulo e assim tomei as vacinas contra a febre amarela...

Assim que cheguei a base de Manaus... nosso enfermeiro da empresa me fez tomar outra vacina lá mesmo em Manaus de novo e ficar uma semana de castigo a espera de que a vacina faça efeito e depois possa adentrar na mata amazônica sem o perigo de pegar a tal febre amarela...

Tive assim durante tal semana de castigo no hotel San Rafael, onde tinha 3 estrelas, mas uma madrugada alguém bate na porta... e achei estranho alguém me procurando em Manaus, onde não tenho amigos a não ser um ex colega de trabalho em que trabalhamos juntos na Constanta Eletrotécnica que há 15 anos antes trabalhamos juntos, e assim que ele seguiu com a família a Manaus me convidou para ir a Amazônia para trabalhar numa fábrica de plásticos que fazem armações de óculos ...

Claro que não aceitei pois não tinha tal interesse para ir a Manaus, mas como tive depois de dez anos essa chance de rever o meu amigo Ivo Coronim com quem tive o prazer de ser seu engenheiro assistente quando comecei profissionalmente e mais tarde foi ele que veio me apoiar na área de Assistência Técnicas das máquinas de Injeção em que eu era Coordenador e responsável pelo e gerente de produção da fábrica da Petersen...

Quando lá cheguei e tendo tal folga de uma semana busquei saber sobre o meu amigo, e ao encontrar sua esposa Irene e sua filha caçula Simone com 8 anos, tal qual a minha filha Chris que a minha esposa e ela foram me visitar depois de dois meses na região... assim fiquei sabendo que o meu amigo morrera de um infarto cinco anos antes... e como os filhos se formaram advogados em Manaus e já tinha uma vida tranquila a mãe e a filha preferiram ficar em Manaus...

Assim acordei com má vontade de atender a porta do quarto do hotel para essa visita de madrugada...

- Boa noite... o Sr. Lauro está? pergunta uma menina de uns dez a doze anos..

- Não tem nenhum Sr. Lauro hospedado nesse quarto, mocinha!!! Qual é o assunto? pergunto eu a ela..

- Ahhhhhh o Sr. Lauro é meu cliente!!! Eu queria saber se o Senhor não quer nada comigo??? pergunta ela a mim...

- Querer o que menina... cadê a sua mãe? pergunto eu...

- Ah... a mamãe está no quarto ao lado com outro cliente dela... diz ela confirmando que a mãe está ali tão próxima...

- E cadê o seu pai??? pergunto eu de novo... achando um absurdo a mulher estar no quarto ao lado e a filha ali se oferecendo aos clientes do hotel... e se o pai sabe ou não sabe de tudo isso...

- Ahhhhhhhhhh o papai esta lá em casa... e se a gente não chegar com dinheiro ele bate na gente!!! responde ela...

- Como assim... ele bate em você??? pergunto de novo...

- A gente tem que fazer amor ... e receber algum dinheiro... e eu cobro só R$ 10,00 ... mas faço tudo o que o senhor quiser... diz ela..

- Não acredito... que idade você tem.???  pergunto eu de novo... curioso pois daria a ela no máximo 12 anos...

- Tenho dez anos... mas já sou mulher... há mais de dois anos... senhor!!!  diz ela...

Deixo ela na porta... e vou até a mesa pego a carteira... e pego R$ 20,00 e entrego a ela e digo a ela:-

- Vá para casa... e entregue esse dinheiro ao seu pai!! E não quero você fazendo isso pois pode ser presa!!! digo a ela

- Não tem perigo... os policiais conhecem a gente... e não prende a gente não!!! diz ela..

- Bem boa noite... e vá para a casa!!! fecho a porta e ela agradece e vai embora...

Pela manhã falo com o recepcionista sobre o assunto e a desagradável visita de madrugada da menina de menor se oferecendo para fazer amor na porta do meu quarto!!!!

- Ah.. doutor.. não se preocupe... os coreanos adoram meninas de menor... e a polícia aqui não perturba ninguém por isso não!!! diz o recepcionista...

- Não me interessa me envolver com criança, sou neto de japonês e não sou coreano meu amigo... isso é pedofilia... se o Juizado de Menores pode fechar o seu hotel e ainda todos vocês serem presos e nos clientes também!!! disse eu ao recepcionista...

Nem me despedi direito do recepcionista deixei a chave do meu quarto e fui para a sede da empresa em Manaus e informei que gostaria de trocar de hotel... e infelizmente o nosso recursos humanos alegou que não havia vaga nos demais hotéis... inclusive nos melhores hotéis ...

Como estaria apenas essa semana, nem pedi a troca mas avisei ao recepcionista do hotel, que não gostaria de ser amolado de novo as altas horas da madrugada com oferta de sexo por menores de idade ou as respectivas senhoras mães delas!!!

Assim que terminou o castigo de ficar de molho em Manaus... segui num vôo de 2 horas para Coari que que é uma base ao lado do lago Coari... e sem seguida seguimos para Urucu onde fica a base de Polo Arara da Petrobras, onde existe 72 poços de gás na região numa área já pesquisada de 40 km² e comunicados por estradas de terra batida ...

Estamos responsáveis para construção de várias esferas para depósito de Gases e vários tanques para futuramente estocar tantos os produtos derivados do petróleo, bem como gases no caso das esferas...

Acredito que com a tal pandemia começaram a se preocupar e iniciar os serviços de mineração a partir desse ano... para atender as necessidade de gases butano ( gás de cozinha ) e propano ( para uso industrial...

Assim por sete meses sem ter alguém para me substituir estive a frente desse empreendimento e me desliguei por interesse particular de que as promessas de salário condizente a estar num local inóspito sem garantias além de ter acontecido mortes por dificuldades de locomoção a não ser por helicóptero, mas mesmo assim nosso funcionário perdeu a vida por hemorragia continua da veia femural, outro desapareceu possivelmente devorado por jacaré... e outro jovem no primeiro emprego sem experiência o contratei para fazer serviço de hospedaria nos  tinhamos 1600 homens mas por falta de profissionais durante a minha ausência para uma visita a base de Manaus... o colocaram na balsa e caiu no rio Coari... e morreu afogado debaixo da balsa... com certeza mesmo com a bóia salva vidas com certeza emergiu abaixo da balsa e não soube mergulhar de novo e sair nadando para sair de, debaixo da balsa...

Tudo isso me deixou muito chateado de ficar a serviço da empresa sem direito a visita a família o que seria normal uma vez por mês ... e ficar todo esse tempo sem direito a visitas... preferi me desligar e voltar para São Paulo onde tinha sido contratado.

Acionei a empresa os meus direitos de sete meses sem folga e recebi em juízo tais folgas as quais eu tinha direito!!!





 
Ivan Tadeu dos pobres
Enviado por Ivan Tadeu dos pobres em 14/03/2021
Reeditado em 14/03/2021
Código do texto: T7206266
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Ivan Tadeu dos pobres
Praia Grande - São Paulo - Brasil, 76 anos
5075 textos (79179 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/05/21 02:09)
Ivan Tadeu dos pobres