Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHAS MEMÓRIAS ( 27 ) - UM AMOR QUASE IMPOSSÍVEL




Minhas memórias  ( 27 ) - Um desejo maravilhoso mas tão proibido...



Acredito que a minha paixão por ti começou há muito mais de 40 anos atrás, mas na época ainda depois de uma separação de uma paixão em que tive 4 filhos e ainda recentemente separado e desejando voltar para a mulher que amei e com certeza convivi e vivi os meus melhores anos da minha vida, mas como um dia acaba numa noite... e na noite sem luar e sem alguém para amar... estava eu buscando um lar ou algo tão próximo a isso e fui me apegando a seres humanos solitários e que de tal forma fui me apaixonando por pessoas maravilhosas que surgiam no meu caminho e sem querer convivendo num Hotel Balneário em Dias D´Avila e com a chance de viver um novo amor fui a busca de novos relacionamentos e que aos poucos consegui achar um hotel mais simples e mais no centro da pequena cidade que era mais uma vila e recentemente emancipada como município pois antes pertencia a Camaçari, que é o polo petroquímico na região próxima a base da empresa de Petróleo e Gás em Mataripe, na Bahia de Todos os Santos em Salvador Bahia...



Com certeza foram alguns meses em que com certeza investi em uma paixão que com certeza era correspondido e hoje me dá saudades de saber como está a Dona Tita que tinha uma irmã e duas filhas, e que com certeza se pudesse voltar no tempo e realmente poderia ter sido muito feliz ao lado dessa batalhadora que tocava com fibra um pequeno negócio onde jamais sobrava um quarto vago em seu hotel simples mas bem familiar e que sinto que amei todos os dias e noites em que ela guardava no fogão a comida pronta para que quando chegasse do meu serviço nas horas extras tivesse a comida caseira quente!!!



Talvez realmente poderia sido muito feliz e bem aceito pela suas filhas, pois a Margô, ou Margarida, que durante as férias de Junho que estava livre da escola fomos até Campina Grande para a Festa anual de São João e aproveitamos para visitar a família Araujó, que era quem me acolheu quando lá estive em 1981 a trabalho na Maquinor, que era uma empresa de Mineração de Pedras Semipreciosas exportadas para os Emirados Árabes, tais como quartzo rosa, e demais pedras como Água Marinhas lindas, mas tudo isso em menos de seis meses me deixou frustrado devido a tal desvio na época ainda dos militares, através de um dos ministros de Minas e Energia, e assim voltei e não mais regressei a região e só voltando 5 anos depois quando estive nessa festa junina para matar as minhas saudades da minha linda secretária e amiga Fátima!!!



Acredito que foram momentos incríveis e que se tivesse acontecido de ter a sorte de ser aceito com certeza teria sido muito feliz, e quem sabe até o presente momento teria com certeza netos dessas enteadas maravilhosas e que talvez não foi obra do destino, mas ainda vivo na esperança de um dia voltar a região, como voltei em 2010, mas não tive a sorte e nem tempo de procura-las pois o hotel Paulista onde vivi os meus bons tempos não existe mais e hoje ali existe um Banco, e demais imagens dos bons tempos mudaram para uma imensa avenida Brasil pois era esse o nome da rua daquela época que terminava na praça central de Dias D´Avila!!!



Jamais esqueço que a dona do Hotel tomava banho no meu quarto pois era o único era uma suíte e tinha banheiro exclusivo e até teto no quarto, mas que um dia tudo isso caiu durante a hora que estava eu tomando o meu café e que acabou destruindo a pia do banheiro e a minha cama e o guarda roupa e por sorte não estava eu no quarto que  o teto poderia ter desabado sobre mim e depois desse desabamento foi totalmente retirado o resto das madeiras verde de bambu que serviam como escora para a argila usada para confeccionar o teto do meu quarto!!!E tal teto olhando de baixo parecia que estava grávido de algo em torno de seis meses, e poderia parir outro teto, e ela dizia que não me preocupasse pois aquele teto já durava ha 3 anos sem jamais desabar!!!



Assim que acabou de desabar tive que mudar de quarto para que pudessem melhorar tal quarto, mas acabei procurando um apartamento em Salvador e como  garota que me comprava as passagens de viagem para retornar para as visitas mensais a minha ex mulher e meus 4 filhos e daí consegui um apartamento no Stiep com 2 quartos, sala, cozinha, área de serviço e assim a garota ficou um quarto e eu com o outro quarto, mudando assim em definitivo de Dias D´Avila e que ficou a saudades das lindas mulheres que amei e não pude aproveitar jamais tais prazeres e até hoje lamento, de ter conseguido ir a Salvador num fim de semana, e não pudemos aproveitar de conhecer um motel pois o dinheiro acabou bem antes, e tivemos que voltar para nossa vila com água na boca, pois como disse a dona do Hotel... foi Deus que não quis que nos envolvêssemos pois com certeza jamais teríamos separado pois tínhamos um afeto maravilhoso e sincero, mas tão proibido talvez pela honradez de uma mãe tão simples por duas filhas a quem ela dedicava todo seu tempo e não dava espaço para que ninguém a amasse como realmente ela merecia ser amada!!!



Se um dia voltar a região e poder matar as saudades com certeza adoraria reencontrar todas as pessoas maravilhosas que conheci e com certeza o tempo passou para todos nós e envelhecemos e sou eu um dos mais sinceros em acreditar que nossos sentimentos continuam os mesmos e se acontecer de novo algo entre nós com certeza me arrependo de não ter dado continuidade naquele momento naquele fim de semana que não tive chance de invadir tal corpo tão proibido e tão desejado e com certeza os desejos eram mútuos, e foi uma pena de não ter acontecido tal momento entre nós dois, naquele fim de semana que voltamos frustrados de uma visita a Salvador, Bahia!!!



Voltamos a nos encontrar via internet e estamos nos entendendo como amigos mas tudo porque eu continuo bem casado e ela mal casada querendo se separar mas acredito que jamais vai se separar por causa de seus filhos e filha...



Mas temos bons pensamentos de tudo que aconteceu entre nós foi algo maravilhoso para jamais ser esquecido e quem sabe com as bençãos de Deus possamos um dia nos  reencontrar???
Ivan Tadeu dos pobres
Enviado por Ivan Tadeu dos pobres em 13/03/2021
Código do texto: T7205594
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Ivan Tadeu dos pobres
Praia Grande - São Paulo - Brasil, 76 anos
5075 textos (79179 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/05/21 02:51)
Ivan Tadeu dos pobres