Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHAS MEMÓRIAS ( 20 ) - A MINHA PRIMEIRA AQUISIÇAO DE UMA CASA...

 

Minhas memórias -  Uma casa financiada pelo  BNH



Quando inauguraram o Banco Bradesco da Liberdade, naquele bairro japonês... estavamos como empresários e fomos convidados pelo gerente para a festa de inauguração e claro eu estava lá para fotografar a festa... e abrir uma conta nessa agencia do Banco Bradesco...

Não me esqueço que a minha conta era número 000150 ou seja um dos primeiros cliente a abrir uma conta nesse conceituado banco que começou em Marilia... onde a maioria dos moradores por lá são de origem japonesa e tal dono do Banco Bradesco e fundador era fã dos japoneses e nos dava créditos ilimitáveis e foi assim que comprei a minha primeira casa financiada... já pronta para morar...

Fui até o imovel e pensei até morar mas acabei casando e ir trabalhar em Votorantim precisei alugar a casa para poder pagar as prestações... e assim também pagar o aluguel  na casa que aluguei para morar com a esposa em Sorocaba que ficaria mais adequado por ser uma cidade melhor para futuramente como ela era psicologa queriamos montar uma clinica psicologica para ela e uma amiga sócia atender os clientes...

Mas na época com as filhas gêmeas de primeira viagem atrapalhou bastante que ela pudesse dedicar ao trabalho e também pudesse cuidar das crianças... assim conseguimos que ela colocasse na creche numa forma dela atender psicologicamente lá as mães que se interessassem em algum tratamento e ela para prestar serviços comunitários como psicologa também participava do CVV Centro de Valorização da Vida... onde por telefone atende-se quem necessite e apoio psicologico..

Com certeza era algo tão altruísta sem nenhuma cobrança mas claro que para ela desenvolver seus estudos na prática e conviver com pacientes e assim poder atender melhor todas futuramente...

Quanto ao aluguel da casa em São Paulo um funcionario do Banco Real ficou devendo 1 ano e aluguel e danificou a casa ... que tive que fazer alguns consertos para realugar ... mas dai o meu cunhado casado com a minha irmã precisava um lugar para morar... e deixei para que ele pagasse apenas o valor da prestação dessa casa pois estava ele também desempregado...

Com o tempo e com os apertos tive que vender a casa por um terço do valor venal... pois enquanto ficou sem ninguém na casa os ladrões levaram tudo que podiam aproveitar...portas e janelas... pias.. vasos sanitários... levaram até o registro dágua... e assim vendi para um mestre de obras por 10000 e ele conseguiu o seguro do banco com um boletim de ocorrência de roubo e danos que o banco fez a reforma e sem gastar nada ele revendeu a um japonês por 35000 reais... e eu perdi tal oportunidade de fazer tal reparo por conta do seguro pois desconhecia tal contrato por não ter lido o contrato linha por linha ... paragrafo por paragrafo!!!

E tinha pago durante um bom tempo pois foram quase 5 anos de prestação dessa casa em São Paulo... mas assim que me livrei dessa casa de São Paulo comprei outra financiada pelo Banco Itau em Sorocaba e fui morar em casa própria com as duas filhas gêmeas no bairro Jardim Imperial próximo ao Aeroporto de Sorocaba!!!!

Assim foram os meus dez anos nove meses e 29 dias de casamento até que me separei da primeira esposa e claro que tive que deixar a casa para ela e continuar pagando as prestações da casa e 30% como pensão alimenticia a ela pois agora já tinha as gêmeas e mais dois filhos ainda também todos menores de idade!!!

Nota do autor:- Não tive sorte com compras de casas que nunca mais comprei nenhum imóvel em minha vida... pois parece que dá azar... pois não consigo ser feliz e dai vivo pagando aluguel mas não me arrependo pois essa minha vida de cigano teria que ter uma casa em cada estado que ja  trabalhei pelo Brasil!!!! Foram 16 estados diferentes por todo o Brasil!!!! Um verdadeiro errante e nômade!!!
Ivan Tadeu dos pobres
Enviado por Ivan Tadeu dos pobres em 08/03/2021
Código do texto: T7201210
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Ivan Tadeu dos pobres
Praia Grande - São Paulo - Brasil, 76 anos
5072 textos (79151 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/05/21 22:24)
Ivan Tadeu dos pobres