Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHAS MEMÓRIAS ( 19 ) - OPALA BRANCO 4100





Minhas memórias ( 19 ) - Meu possante maravilhoso....

 

Foi com meu trabalho e com muito esforço nas aulas vagas e fora da Faculdade eu continuava nas vendas de materiais fotográficos da Kodak, Fuji, Sakura e demais produtos fotográficos como câmeras , e filmadoras e muitos acessórios para equipamentos fotográficos...

Fazia visitas em vários bairros adjacentes e nos sabados e domingos eu vendia de loja em loja e os meus clientes em toda Grande São Paulo, eram mais de 300 lojas e que fazia também vendas de filmes fotograficos em consignação em postos de gasolina que se a pessoa vendesse só pagava após a venda e claro isso foi um sucesso de vendas que me mantinha a minha vida com a comissão de 30 % das vendas e um cliente japonês que eu falava com ele só na língua dos meus avós japoneses...

Depois de dez visitas que jamais ele comprou nenhum produto... mas na decima primeira vez de visita ele comprou algo num valor tão astronômico que a comissão deu para comprar um Opala a vista... 6 cilindros de cambio no assoalho e sendo o primeiro coupe 4.100 da Chevrolet... branco com bancos de couro pretos e todo preto por dentro...

Claro que quando já estudava na FEI PUC como futuro engenheiro ainda curtia fotografia de forma que a noite a loja da minha mãe ficava aberta até as 22 horas e lá estava eu a ajudando inclusive atender a freguesia que a maioria eram artistas que moravam naquele bairro Bela Vista ou Bixiga como chamam os paulistas... e tinhamos duas lojas uma na Rua Santo Amaro, 609 onde começamos em 1958... e depois que compramos uma loja no piso do edificio Demoiselle proximo a praça do Avião que todos conhecem em São Paulo em homenagem a Santos Dumont...

Assim aquela loja era da minha mãe... e a outra era do meu pai que graças as vendas excelentes pode comprar duas mais lojas no centro na praça João Mendes que ainda era um espaço alugado  e mais tarde uma loja própria  onde montamos tal venda de produtos e materiais fotograficos para atender todos que não podiam comprar das grandes empresas pois a vendas era a atacado e nos vendiamos a granel qualquer produto necessário aos fotografos de toda São Paulo e adjacências...

Com certeza nessa época já vivendo de bicos fotográficos algumas profissionais se streaper tease queriam fotos para colocar como cartazes nas portas das boates para seus shows... virei assim especialista em fotos sensuais para que o público adulto procurasse assistir para ver realmente aqueles corpos quase nús se realmente elas eram lindas de verdade...

Claro que foi assim que virei um amigo que as levava a todas as boates que elas trabalhavam e eram vários shows em várias boates dentro da capital... onde eu aproveitava para viver nessa boemia e tempo o meu carro sendo sustentado por elas ... e quando elas não tinham clientes... o cliente dos prazeres era eu mesmo... afinal estava na melhor idade e sendo estudioso nada prejudicava ... mas muitas vezes estava com sono de ter passado a noite na esbornia... com elas... profissionais do prazer visual e quando retornava ao apartamento delas muitas vezes nem dormia ali... tomava o banho após fazer amor e seguia para a faculdade pois as aulas começavam as 7 horas da manhã e o sol já estava raiando... e eu precisava me apressar para não perder a aula por ser bolsista integral jamais poderia ter alguma nota baixa em qualquer das materias!!!

Com certeza esse Opala fez sucesso nas noites maravilhosas e quentes da São Paulo by night!!!



Nota do autor:- Não inveje a minha vida... pois não é fácil ser polivalente... e jogar bem em todas as posiçoes!!! na cama naturalmente com elas!!! kkkkkkkkkkkkk Já satisfez quatro mulheres de uma só vez... por uma madrugada maravilhosa... tal Kama Sutra era um genio em desenhar as posições e eu para me exercitar tais posições criadas por ele!!! kkkkkkkkkkkkkkkk
Ivan Tadeu dos pobres
Enviado por Ivan Tadeu dos pobres em 08/03/2021
Código do texto: T7201207
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Ivan Tadeu dos pobres
Praia Grande - São Paulo - Brasil, 76 anos
5075 textos (79179 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/05/21 03:31)
Ivan Tadeu dos pobres