Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diário: Voltando depois de 8 anos aqui no Recanto das Letras

Postei hoje no facebook, que acordei e não recomendo. Mas tudo bem, vamos lá.

Estou colocando na parte de biografias o meu diário, pois tem que escolher uma classificação, né?

Chega um momento na vida que a gente tem dar um basta nas coisas, me sinto aprisionado, numa das correntes que nos prende na vida que são os nossos pais, pode ser que venha falar um outro dia o porquê ta vivendo ainda com os pais até hoje aos 37 anos, mas sei lá, talvez nem seja justificativa para tal.

Mas enfim, deu vontade, realmente deu vontade de estar sozinho, vivendo a minha vida. Não namoro mesmo, não vou casar, mas dá pra ficar sozinho e procurar meios de se sustentar. Não a toa estava pensando numa possibilidade de fazer quem nem os mochileiros voluntários fazem, trocar um tempo de trabalho pra ficar num hostel.

A Wolrdpackers é um site igual a muitos que inovou com a ideia de trocas voluntárias, onde as pessoas procuram um local pra ficar, um hostel e nisso ela troca um tipo de serviço pra ficar no hostel: pode ser limpeza, jardinagem, auxiliar na cozinha, antedimento, cuidar da rede social, criar e escrever conteúdo e por ai vai.

Eu realmente não sei como estão as coisas agora com essa pandemia, mas acredito que muitas poucas estejam funcionando.

Por mais que vivamos em tempos de pandemia, e muitos ai obedecem as regras de distanciamento social, tem quem  não suporta a ideia de ficar parado, apesar dos motivos da pessoa, tem quem não suporta o simples fato de viver em família, com os pais, e não querer olhar mais para cara deles, depois de tantas brigas e desencontros, quantas pessoas estão suportando esse fato.

Mas de qualquer modo, a vida hoje de muitas pessoas, creio eu, esteja sendo readequada, muitos preferindo ficar sozinho ou em poucos amigos, mas ai eu noto que essas pequenas e microamizades em duas, ou três pessoas leva a um conjunto enorme o que acaba criando aglomerações. Eu realmente devo ficar sozinho, até por que não quero dor de cabeça, e muito menos pegar esse vírus que muitos zumbis carregam.

Acredito que mesmo assim eu possa me adaptar, mesmo não confiando, devo continuar pensando na possibilidade de querer estar realmente sozinho, me cuidando, e vivendo do jeito que dá pra eu viver nesse jeitinho errante e nômade.

Eu vivo a minha realidade com liberdade e responsabilidade, e é nisso que eu acredito. Se vier gente querer dar moral, tudo bem, não tem nenhum problema, não estou nem ai pra certas lições de moral.
Rogerio H P Braga
Enviado por Rogerio H P Braga em 16/02/2021
Reeditado em 16/02/2021
Código do texto: T7185561
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Rogerio H P Braga
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 37 anos
25 textos (499 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/05/21 03:35)
Rogerio H P Braga