Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 60 anos
11345 textos (944281 leituras)
16 áudios (8927 audições)
311 e-livros (34459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/19 13:59)
Denise Severgnini

Textos do autor
Áudios do autor
Perfil
***********************************************

"CRIATIVIDADE É IMAGINAR.PLAGIAR NÃO É NADA."
* BIOGRAFIA POÉTICA

Nasci menina, sapeca desde pequena
Numa cidade, época serena, Porto Alegre
Numa manhã de março, aos dezenove do mês
Ao meu pai, causei embaraço,ele esperava menino
Enganei o destino, guria e poetisa, eu nasci
Nos pagos do meu Rio Grande, cresci, estudei
Já mocinha, na UFRGS, em Biologia, eu me formei
Hoje, com muito orgulho, professora, eu sou
E desempenho, com amor, a profissão, que Deus
Felizmente, me presenteou
Nas encruzilhadas da vida, encontrei o amor
Na figura de alguém que amigo sempre foi
Meu querido,marido Márcio,companheiro
Para seja lá o que for
Pouco mais tenho a dizer
A paixão dos meus dias é poesias escrever

Denise Severgnini - POENISE**

Lomba Grande/Novo Hamburgo/RS/BR

*ANIVERSÁRIO: DIA 19 DE MARÇO,DIA DE SÃO JOSÉ



***********************************************


* MEU SITE PESSOAL:

http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br




*******************************

** POENISE = POEMAS + DENISE

*******************************
POEMA FAVORITO ENTRE TODOS OS QUAIS EU JÁ LI NA VIDA:

O verbo amar

Te amei: era de longe que te olhava
e de longe me olhavas vagamente...
Ah, quanta coisa nesse tempo a gente sente,
que a alma da gente faz escrava.

Te amava: como inquieto adolescente,
tremendo ao te enlaçar, e te enlaçava
adivinhando esse mistério ardente
do mundo, em cada beijo que te dava.

Te amo: e ao te amar assim vou conjugando
os tempos todos desse amor, enquanto
segue a vida, vivendo, e eu, vou te amando...

Te amar: é mais que em verbo é a minha lei,
e é por ti que o repito no meu canto:
te amei, te amava, te amo e te amarei!

(Poema de JG de Araujo Jorge
do livro -Bazar de Ritmos- 1935)


*********************************************************


Última atualização em 22/09/19 13:59