Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
Dia da Bandeira (19/11 - Saudação à Bandeira)
Publicado por: J Coelho
Data: 23/05/2019
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
Autoria e Interpretação
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

Saudação à Bandeira

Se o jovem perdeu a esperança
e o dirigente, o compromisso;
se o deserto a floresta alcança,
pode o teu verde continuar com viço?

Se a violência implanta o medo
e lágrimas de criança são por comida;
se a economia sorri ao desemprego,
pode o teu amarelo continuar com vida?

Se a mídia vela o bem e o belo,
e a fé, distante da razão, manipula como febre;
se o livro das "verdades nacionais" não sai do prelo,
pode o teu azul continuar alegre?

Se a tortura se faz meio de investigação;
se nas ruas, o abandono se mistura ao lixo;
se os fracos se afogam na lama da corrupção,
pode o teu branco continuar límpido?

Com o suor do teu trabalho urdo meus tecidos.
Com tua prosa, poema e discurso desenho meu modelo.
Meus corantes, tuas emoções e pensamentos,
mas, é teu caráter que dá meu colorido.

Cores, arquivos do teu passado, sou memória.
Sou símbolo, teu espelho, sou bandeira,
sou teu livro de sonhos, teu tarô, tua história,
sou a síntese da alma brasileira.

Sou bandeira, sou a síntese da alma brasileira.

A canção  e a apresentação em Power Point-pps “Saudação à Bandeira” encontram-se nos endereços:

http://www.recantodasletras.com.br/audios/cancoes/16788
http://www.recantodasletras.com.br/e-livros/1684291
J Coelho
Enviado por J Coelho em 01/07/2014
Reeditado em 31/08/2018
Código do texto: T4865934
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J Coelho
São Lourenço - Minas Gerais - Brasil, 79 anos
637 textos (627815 leituras)
434 áudios (18107 audições)
317 e-livros (17513 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/19 01:01)
J Coelho
Rádio Poética