Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOAÇÕES À VENDA

Sabe aquela coisa material que está só ocupando espaço na sua casa, que não tem valor nenhum para você, e que fatalmente o destino será o lixo? Pois bem! Existem lugares aqui em Nevada que recebem qualquer coisa material como doação, e depois a expõe em prateleiras de suas lojas para vende-las para quem precise, por um preço mórbido; e todo o dinheiro arrecadado com as operações, são destinados a quitação dos custos das lojas, e o que sobra (e é muito), é destinado a instituições de caridade.

Eu que costumo garimpar antiguidades, fui até uma dessas lojas, a Good Will (mas tem outras como Savers), e chegando em uma delas, dei de cara com milhares de peças de roupas, brinquedos, eletrônicos, material esportivo, livros, utensílios domésticos, decoração e um monte de outras coisas até inimagináveis como objetos de taxidermia (animais empalhados).

Já na minha primeira visita encontrei uma prateleira repleta de coisas que eu adoro: taças personalizadas de cerveja. Uma mais bonita que a outra e todas com preço entre U$ 0,69 e U$ 1,99. Nessa mesma prateleira eu encontrei uma caneca de café de vidro verde (não é pintada), de fabricação nacional, com a borda em ouro e o símbolo da extinta indústria McDonnell Douglas, fundada na Década de 20 do Século passado. Paguei U$ 1,99 e já me ofereceram U$ 50,00 pela mesma.

Olhando essas lojas, todas muito enormes e organizadas, nota-se duas vertentes nas operações: a primeira é que o povo é desapegado. A galera doa mesmo e quando você chega, observa que nem tudo é usado. Tem gente que compra e não usa, outros compram e se arrependem, e outros ganham e querem distância dos presentes, e todos vão até essas lojas, doam e saem de coração preenchido com alegria. Já as lojas, empregam pessoas, organizam esses bazares constantes e vendem muito, possibilitando emprego para milhares de pessoas e renda para centenas de organismos filantrópicos.

Um modelo simples, que não recolhe impostos (no modelo de legislação daqui), e que é frequentado por todo tipo de pessoas, das mais ricas as mais pobres. Tem famílias de imigrantes que vão para comprar móveis, e tem senhores abastados que vão para garimpar raridades, ou até comprar tacos de golfe, que são vendidos aos montes por U$ 3,99, enquanto numa loja eles custam sempre mais que U$ 100,00.

Ontem enquanto o clima marcava perto dos 50 Graus, eu vi uma senhora comprando um casaco de frio elegante por U$ 15,00, e justificando para amiga que quando o frio chegar por aqui, aquele casado vai dobrar de preço!

E assim é a temática lógica das lojas de doação e revenda em Las Vegas. Pessoas doam e líderes empreendedores transformam essas doações em lucro que gera emprego e doações em dinheiro para quem precisa! Uma roda que não para de circular, e que faz a alegria dos que adoram garimpar novidades, seja por necessidade, seja por hobby!
Já quem não curte comprar coisas usadas, pode também entrar nas lojas de U$ 1,00. Algumas são à partir de 1 Dólar, mas tem uma, a 99 Cents, que tudo é 1 Dólar; e nessa toada, tem perfume, alimento, utensílios domésticos, material de limpeza, higiene pessoal, enfim; tudo que está na loja custa 1 Dólar por unidade; e me fez lembrar da febre das lojinhas de 1,99 no Brasil, que só vendiam tranqueiras...
Imperador Dom Henrique I
Enviado por Imperador Dom Henrique I em 16/07/2019
Código do texto: T6697641
Classificação de conteúdo: seguro

Sobre o autor
Imperador Dom Henrique I
Las Vegas - Nevada - Estados Unidos
1058 textos (1569191 leituras)
41 áudios (4377 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 16:58)
Imperador Dom Henrique I