Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonetos, Amores, Saudades, Sonhos


          Vejo esta obra “Amores, Saudades, Sonhos...”, como um livro que fala de emoções que a dureza dos dias atuais trata como sentimentos menores.
O Poeta Heros começa sua exposição de arte nos mostrando características de poetas fundamentais e que nos inspiram no processo de criação de todos nós que amamos combinar versos, transmitir uma mensagem, colocar para fora nossos ideais e mostrarmos ao mundo que existimos e que um toque de sensibilidade, amor e cortesia não nos enfraquecem, muito pelo contrário, isto nos torna melhor e consequentemente melhoramos os que estão a nossa volta, poetas ou não, e assim melhoramos este mundo tão conturbado pelo menos um pouco.
          Como é bom ser um pouquinho de Drummond, Quintana, Espanca, Pessoa, e como é bom ser um pouquinho de Heros e de todas estas emoções com que ele nos presenteia com um talento que não foi enterrado na areia.
           Privilegiado sinto-me, contemplando a poesia como se tivesse degustando um vinho e saboreando uma massa preparada por mãos habilidosas e atentas a cada detalhe para o bel prazer do leitor e o desejo altruísta de trazer a uma alma aflita alguns momentos de paz.
Nossos “Dias” são expostos e todo lirismo que ele tem para oferecer dos momentos bons, e ás vezes dolorosos, mas sempre tendo alguma coisa para o desenvolvimento pessoal de cada ser humano....
          Em “Cada Manhã” o otimismo se faz latente e a esperança do amor sempre permanecendo a chave e a solução para se viver e conviver...
Em “A Rosa” dou-me ao direito de contestar ao Poeta da música Cartola quando dizia que “As Rosas Não Falam”, falam sim, com sua nítida transformação e beleza que causam aos olhos inspiradores e sensíveis de nosso autor um encantamento profundo que dá “A Rosa” sentimento, vida e voz através da beleza de suas pétalas... As rosas falam com o poeta pela inspiração, principalmente em “Setembro”, quando se tornam mais viçosas e bonitas com a chegada da primavera. “Flores para ti” chegam para manter o jardim de Heros cada vez mais florido.
          A lua cheia é nossa musa inspiradora e Heros dela não se esqueceu, mostrando que quer amar e ser amado...
Um jargão batido, porém sensato, diz que recordar é viver, “Lembranças” deixa bem clara esta questão...
          Em relação ao poema “Coração”, considero de grande valia essa desobediência a nossa razão que faz todo o sentido para o poema e para o poeta...
          A dor de um apaixonando tentando desvendar uma mulher tão próxima e ao mesmo tempo tão distante e misteriosa que não sai do pensamento atormentado de um homem que a deseja com muita gana e excitação em “Quem és?”
          Fica minha torcida para que ela toque o seus lábios e sacie toda a sua sede de amor que o seu corpo pede encarecidamente, que a tua Gioconda corresponda todas as expectativas...
Toda esta dor e incertezas de amor colaboram com seu texto “Minha Inspiração”, então disso tudo o bônus é inevitavelmente poemas e mais poemas...
          Todas nossas humanas fraquezas e momentos em que acabamos sucumbindo a algumas lutas são apresentado em “Pequenas Estrela”. Mas nada o impediu de continuar sonhando “Os sonhos mais lindos”.
Não sofra com a “Saudade”, pois saudade é privilégio de quem tem história para contar...
          Exaltou sua “Princesa” com tanta delicadeza que certamente será com um tempo alçada ao posto de rainha deixando de ser menina e tornando-se mulher e decifrando a cada um pouco do seu enigma...
“Linda Demais” é esta musa inspiradora “Morena” de sorriso caliente que leva embora todos os dilemas ao aceitar seus galanteios...
          O tempo vai revelando que de “Princesa” ela não tem nada sendo uma “Tarada Obscena” que a faz bem mais sedutora e interessante com todas as delícias que pratica em seu leito e depois de um intenso gozo de prazer acabam dormindo de conchinha como você sempre queria...
Uma pele morena que vale a pena para os que não possuem alma pequena...
          Cada noite de entrega e paixão é diferente uma da outra é com se vivessem um eterno “Reencontro”...
         “Preciosas e raras” de nossa existência são devidamente valorizadas e reconhecidas como um milagre que traz vida e alegria através de uma filha, então faz você muito bem em celebrar este momento brindar com uma “Taça de Vinho”.
          A nudez de sua amada é outro motivo de comemorações inesquecíveis...
          Encerrando sua obra o poeta nos mostra o seu “Amor Sem Limites” enfrentando os ”Desafios” que com paciência e fé serão superados...
Quer o “Sentido Amor?” Leia este livro do começo ao fim e viva intensamente os amores, saudades e sonhos que ele tanto menciona...



Fábio Brandão Caldeira


24025-mini.jpg
Interação de JOSÉ APRÍGIO DA SILVA

O POETA (Resenha) ABBAACCDDC 

O poeta aqui transmitiu uma linda resenha. 
O poeta não tem temor das suas incertezas. 
O poeta sente até mesmo as suas fraquezas. 
O poeta que ora inspira tem da vida a senha. 
O poeta foi categórico nos atos que desenha. 
O poeta em um só verso faz mil modificações. 
O poeta é luz, é paz e é dos anos as estações. 
O poeta se entrega as dores do ser e do ter. 
O poeta é amor, dele não consegue se abster. 
O poeta em seu versar encontra mil versões... 




 
Fábio Brandão
Enviado por Fábio Brandão em 11/10/2017
Reeditado em 11/10/2017
Código do texto: T6139285
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Brandão
Contagem - Minas Gerais - Brasil
2292 textos (445838 leituras)
1 áudios (188 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 10:49)
Fábio Brandão