Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paulo de Tarso, o divulgador do evangelho

''Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm''. (Paulo de Tarso)

Um pouco de história: Saulo de Tarso descendia da tribo de Benjamin. Era judeu e tinha cidadania romana. Sua família era rica. Eles seguiam os ensinamentos da Lei Mosaica. Em Jerusalém, tornou-se rabino e grande defensor do Judaísmo. Assim, passou a perseguir, implacavelmente, os seguidores de Jesus, a quem considerava inimigos. Defendia sua fé como única e legítima.

Em meio ao deserto da Galileia, a caminho da cidade de Damasco, na Síria, ao meio-dia, o inusitado acontece: o doutor da lei, viu uma grande luz... em seguida, caiu do cavalo. Percebe-se cego. Uma voz diz: Saulo! Saulo! Por que me persegues? E ele responde: ''Quem és tu Senhor?''. ''Eu sou Jesus''. Depois disso, diz ao Cristo: "Senhor, que queres que eu faça?" Eis aí o maior desafio de sua vida.

Um paralelo: a queda, significa que deixou para trás o peso de seu orgulho, de sua vaidade, de seu estilo de vida...  E muitas verdades, antes imaginadas, vieram à tona...  Mais ainda, ali nasceu o Novo Homem. Um gigante na divulgação do Evangelho de Jesus. De outra maneira: morreu o ferrenho perseguidor de cristãos, que usava de métodos desumanos – tortura, flagelação e até mesmo a morte - para combater os inimigos da fé mosaica.

Após o episódio de Damasco, a sua visão foi restaurada assim que Ananias tocou os seus olhos. ''Com os novos olhos'', passou a ver a vida e o mundo de outra maneira. Para concluir, de perseguidor cruel de cristãos a fomentador da Boa-Nova por mais de trinta anos. Ele propagou e ensinou o amor, a benevolência, o perdão, a tolerância, a caridade, a humildade...  Isso aconteceu nos lugares mais longínquos.

Além disso, cabe destacar que Paulo foi alvo de intolerância religiosa e foi apedrejado. Ainda assim, ele se dedicou, firmemente, a seara de Jesus e fundou igrejas. Para se comunicar com elas, escreveu cartas. Segundo especialistas, as cartas paulinas tinham duas finalidades básicas: facilitar a comunicação com as igrejas e solucionar questões internas de cada comunidade.

Para concluir, no ano 67, no reinado de Nero, em Roma, Paulo é decapitado. Mesmo sem conviver com Jesus, ele é, de fato, o maior divulgador do Cristianismo.
gregoheleno
Enviado por gregoheleno em 18/08/2019
Reeditado em 18/08/2019
Código do texto: T6723318
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
gregoheleno
São Paulo - São Paulo - Brasil
44 textos (1654 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/19 09:41)