Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor como verdade

O coração, virtude de se amar e ser amado são uma flamula eterna. Com o coração amado em Deus o homem se realiza e a fé se torna uma vertente inigualável de sinceridade pura e honesta. Ao maior mandamento amar e ao último também amar, e o perdão se mostra duradouro nas pessoas que aprendem a amar e ser amado e se mostrar vinificando. Pelo amor que se dura na castidade e na realidade o perdoar é se sentir livre e coeso liberto. O amor como verdade é sentir-se escolhido como a alvura do coração e de inteligência para o sumo bem e zero para o mal. Como a candura de vozes interiores que dizem que a verdade não é boa é mentira, ela é boa sim. Como quem planta a semente da paz e a paz se busca diariamente em corações que se sentem arrizados em Deus. O amor que se busca na fé verdadeira o coração se mostra encantado com a fé nazarena e o discernir da paz é o semblante eterno do Pai Eterno. O coração que se agita e cogitam de diástoles e sístoles cardíacas é o amparo da mãe santíssima.  E o involucro de alegria e fases otimistas em relacionares é seus perdões. E o coração somente pede um ser vivente em cada poente e uma semente que é eterna e duradoura, o amor de Deus pertence a todos nós. A verdade do amor é ser de Jesus Salvador com toda a garra e a certeza do pecado vencer todos os males e dar-nos a resposta certa: a vida e o perdão eternos. Com o conquistar das vezes nossos corações são amenizados com as vozes interiores de fé, esperança e caridade. E o amor que não acaba jamais passará porque a semente fecundada em nossos lares dar-se a fé presente no cordeiro, ou seja, Jesus. E salva nossas almas do inferno e nos manda para o purgatório depois para a felicidade eterna no céu de Deus Pai em nossos corações. O amor que não cessa não termina. O esplendido de nossas mazelas é o carisma na vontade divina, não humana. Sofremos não porque queremos, mas nossa falta de persuasão na palavra nos distancia de Cristo. O amor é uma corrente que passa pelo corpo e passa a alma com boas vontades e sentimentos doces e puros. E a majestosa face de Nossa Senhora não cansa de interceder por todos nós, filhos adotivos dela. E Jesus não cansa de orar pela salvação das almas do purgatório para leva-las ao céu, a pátria verdadeira de nossas almas. E o amor que não se prova não é amor, porque a raiva quando se tem é triste e quando se superada um bem que cresce na alma, na latência em pecar. A fome por justiça e sede em Deus. O coração que nós devemos adotar é de santidade em cristo e o carisma da alegria que se sente em Deus em com Deus. O amor que se dura é combalido todos os dias pelo pecado que se conflagra todos os sentimentos e para vencer a fé deve ser maior em vencer todos os pecados e as discrepâncias certas. O amor que não dura é porque não foi labutado em seu cerne e sua vigorosa realidade de ser em ser o ser e crer que tudo tem jeito, inclusive a morte. Para solucionar os problemas a paz em Cristo que se vigora. Ser para ser amar.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 19/08/2019
Código do texto: T6724036
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
1251 textos (4461 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/19 09:39)
Gumer Navarro