Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Evo Morales e o golpe militar

A Bolívia é vítima de mais um golpe militar.

Ao todo são 194 golpes. E isso ocorre desde a independência em 1825.

Ou seja, com uma população de 11 milhões de habitantes, a Bolívia é um país muito instável politicamente.

Desde a ascensão do líder indígena Evo Morales, o país melhorou seus índices sociais.

A nação cresce 5% ao ano, aliás, índice maior que o restante da América do Sul e os EUA.

Foram 13 anos no poder por meio de eleições democráticas.

O período foi de relativa estabilidade política, econômica  e prosperidade.

Outra mudança fundamental: o analfabetismo foi reduzido para 2,9%.

A pergunta fundamental é: apesar do crescimento do país, como se deu o golpe contra Morales?

Ele contrariou interesses da elite branca e nacionalizou as principais riquezas do país: o gás e o petróleo.

E dessa forma a prosperidade veio: houve melhoria do desemprego, de de 9,2% para 4,1%, e diminuição da pobreza.

A verdade: o golpe que derrubou Morales partiu da oposição direitista, que não se conformava com a perda de mando.

Patrocinada pela elite branca direitista, uma revolta policial se espalhou pelo país com o apoio das  forças armadas, que não queriam a continuidade de Morales.

Morales, familiares e seguidores começaram a ser perseguidos duramente e tiveram suas residências invadidas.

No domingo (10), o presidente renunciou ao cargo.

E o povo, mais uma vez, foi enganado pelas fake News e a desinformação.
Realismo
Enviado por Realismo em 11/11/2019
Reeditado em 11/11/2019
Código do texto: T6792063
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Realismo
São Paulo - São Paulo - Brasil
85 textos (4495 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 16:18)