Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Evo Morales e o golpe militar

A Bolívia é vítima de mais um golpe militar.

Ao todo são 194 golpes. E isso ocorre desde a independência em 1825.

Ou seja, com uma população de 11 milhões de habitantes, a Bolívia é um país muito instável politicamente.

Desde a ascensão do líder indígena Evo Morales, o país melhorou seus índices sociais.

A nação cresce 5% ao ano, aliás, índice maior que o restante da América do Sul e os EUA.

Foram 13 anos no poder por meio de eleições democráticas.

O período foi de relativa estabilidade política, econômica  e prosperidade.

Outra mudança fundamental: o analfabetismo foi reduzido para 2,9%.

A pergunta fundamental é: apesar do crescimento do país, como se deu o golpe contra Morales?

Ele contrariou interesses da elite branca e nacionalizou as principais riquezas do país: o gás e o petróleo.

E dessa forma a prosperidade veio: houve melhoria do desemprego, de de 9,2% para 4,1%, e diminuição da pobreza.

A verdade: o golpe que derrubou Morales partiu da oposição direitista, que não se conformava com a perda de mando.

Patrocinada pela elite branca direitista, uma revolta policial se espalhou pelo país com o apoio das  forças armadas, que não queriam a continuidade de Morales.

Morales, familiares e seguidores começaram a ser perseguidos duramente e tiveram suas residências invadidas.

No domingo (10), o presidente renunciou ao cargo.

E o povo, mais uma vez, foi enganado pelas fake News e a desinformação.
REALISMO
Enviado por REALISMO em 11/11/2019
Reeditado em 11/11/2019
Código do texto: T6792063
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
REALISMO
São Paulo - São Paulo - Brasil
50 textos (2206 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/19 10:03)