Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A DIREÇÃO SÃO NOSSAS CRIANÇAS Por Telêmaco Marrace – ( Especialista em Docência em Nível Superior – Unicesumar- Maringá- PR)

Milhares de crianças brasileiras passam fome. Veja bem: PASSAM FOME!!!  Vivem acabrunhadas em becos, em ruas sombrias, fumando crack e utilizando de drogas de diversas natureza, roubando e prostituindo-se! Não entendo que diante da constatação  caótica dessa realidade hodierna, outras demandas se tornem majoritárias. É de se indignar que nossos governantes não tratem essa questão com a seriedade merecida!!!
Há inúmeras violações dos direitos humanos que ainda precisam ser discutidas e enfrentadas em nosso país. Eu vejo que a violência contra homossexuais, o descompasso de salários entre os gêneros e  o preconceito contra negros e indígenas devam ser temas centrais de debate, numa sociedade que quer ser grande.
Mas, diante das crianças marginalizadas, que estão em formação como ser humano, nenhum tema pode ser tão mais importante!!!
Não faço aqui um apelo para que primeiramente todas as crianças estejam sendo amadas como deveriam e cuidadas por obrigação que nos cabe, para que os políticos e os grupos sociais organizados e a sociedade possa se preocupar com outras questões de grande relevância. Não quero estipular um pensamento único. Há crianças morrendo de overdose todos os dias nas ruas e concomitante há campanhas pela legalização da maconha, e também do aborto. Será que dá para priorizar???? Educação de todas as classes sociais seria a solução!!! Outros dirão que é a falta de “DEUS”, que o que detona isso é o tráfico de drogas e assim bandeiras são levantadas diuturnamente! À partir de uma leitura profícua da sociedade, veremos que cada ser olha para seu umbigo, ou seja, mesmo de forma organizacional, continua levantando suas bandeiras. Veja o caso das bancadas no congresso:  Tem da “bala”, dos “Evangélicos”, dos “ruralistas ou agronegócios” e por aí vai...” Cada um defendendo o seu, o deputado e senador do esporte, dos artistas, uma imensa gama sem unidade!!! Isso não significa que são essas “prioridades” que mudam o Brasil, mas é o que mobiliza cada representante do povo!!!
Mas o direito mais ameaçado no Brasil, é ainda o das crianças, simplesmente porque são o futuro da Nação! Hoje nosso país se engrandecerá, se por porventura, der crédito às crianças que vivem na rua e às mulheres que sofrem violência doméstica!!! Precisamos nos mobilizar de forma EFICAZ contra essas violações dos direitos humanos!!!
Na Declaração Universal dos Direitos Humanos, temos um tribunal internacional, e precisamos efervescer o  terceiro setor na luta por direitos. Em nosso país, diversas instituições levantaram bandeiras governamentais, constitucionais ,(como o Ministério Público), e não governamentais – que trabalham com promoção de direitos. Mas o racismo, machismo, homofobia, discriminação, fome, continuam a se proliferar!!!
No artigo 19, lado a lado com o direito à vida, justiça e igualdade, A liberdade de expressão é um dos direitos assegurados pela Declaração da ONU:
"Todo ser humano tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras."
O direito não pode ser esquecido!!! Há muito no Brasil a escravidão era legal. As mulheres eram vistas como propriedade. Crianças aqui tinham direitos de se submeter aos adultos, ocorrendo violações, sem nenhum direito.
Homossexuais já foram considerados doentes, vejam a cura gay,  ou no mínimo pervertidos!!! Se observarmos esse período, chegaremos fácil ao conceito de maldade das pessoas ou até burrice. Mas não. Veja bem, elas estavam num contexto, que poderiam ser  consideradas tão más, perversas e burras quanto somos hodiernamente. E para exemplificar, esses absurdos pareciam tão normais e óbvios para elas quanto nos parecem errados hoje. Qual foi a linha de mudança? Foi preciso ouvir e analisar outras opiniões, e também, foi crucial a liberdade para expressá-las. Não existe em nenhum lugar o progresso social sem mudança cultural. E é impossível ocorrer mudança cultural sem dissidência, sem expor o contrário, sem conflitar, pois corre-se o risco do pensamento homogêneo.
Nesse contexto, deslumbraríamos  uma sociedade mais justa, Incentivando a escola, ou os esportes? Acabaríamos com as drogas, ou legalizaríamos? Qual lado penderíamos? , a religiosidade ou laicidade?  Não há caminho sem a multiplicidade de opiniões no mundo globalizado, essa é a real busca da unidade em prol de uma sociedade justa! Multiplicidade de vozes!!!
Não podemos ser reféns de progressistas ou de conservadores!!! Não há projeto pronto, e sim ouvir essa multidão, esse caldo de vontades!!! O Brasil não pode continuar rachado, precisa se unificar!!! Precisa se conscientizar socialmente!!! Não podemos matar nossa consciência social!!!
 Citando John Stuart Mill, em On Liberty: "Já existiram, e ainda podem vir a existir, grandes pensadores individuais, em uma atmosfera de escravidão mental. Mas nunca houve, nem nunca haverá, em tal atmosfera, um povo intelectualmente ativo."
Devemos trabalhar todos os dias por uma sociedade melhor, mais justa, mais empática e principalmente mais inclusiva. Devemos sim volver nossos olhos para nossas crianças e esperar que consigamos ter uma sociedade caminhando para os mesmos objetivos, mais justas, viva e livre, pensando principalmente em nossas crianças!!! Infelizmente, há anos o Brasil não passa por uma atmosfera de liberdade da escravidão mental. Estamos intelectualmente como povo; inativos!
Telêmaco Marrace

Telêmaco Marrace de Oliveira
Enviado por Telêmaco Marrace de Oliveira em 14/04/2019
Reeditado em 14/04/2019
Código do texto: T6623514
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Telêmaco Marrace de Oliveira
Blumenau - Santa Catarina - Brasil, 46 anos
271 textos (62645 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/05/19 23:39)
Telêmaco Marrace de Oliveira