Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Somente estudar

Quando olhamos nossos cadernos escolares, sentimos dentro de si uma flamula que alimenta o ocaso de sermos eternos estudantes. E somos bombardeados com uma chaga esperançosa de vencer estudando e estudando se vencer. E não cessa por então. O amor pela escrita é estudar frequentemente sem se machucar por palavras e ações. Somente estudar não basta e somente aprender também e sim se dedicar o dia a estudar eleva o patamar da verdade sentida. Olhamos o verso da escrita em um universo singular. E amar é estudar também. E sentir é estudar também.  Ser feliz é estudar por também e ser útil. Somos todos chagados pela arte do estudo. E o semblante dissipado de nossas mentalidades é o carisma em se estudar e ser bem querido na comunidade acadêmica. E somos versados em suas ideias. O fato de se estudar e ser estudado gera-se concomitâncias de caráter nobre e puro. Somos acondicionados todos os dias com o patamar dos estudos para sermos cada vez melhores e bons em nossas tarefas diárias. Como o caráter moldador de formarem-se cidadãos coerentes e bons, somos chagados com a certeza de um mundo melhor de futuros estudantes e professores sediados pela fase do mérito. É pela meritocracia que conhecemos o vertente arcabouço de palavras e seres dicotomias e enraizados no estudo. O problema se gera quando o estudo é defasado e decorrem impropérios. O que é essencial para se aprender é se educar dentro e fora  do recinto do lar. E conhecemos o nosso lar com o bastante que não o é, e uma sede insaciável pelo estudo nos abarca. E tudo que conquistamos nos é semeado no amor e nos corações devotados aos estudos. E o estudar é o verbo mais essencial da humanidade, depois de trabalhar e amar. Aos estudos somos recompensados com algum agrado, até mesmo um presente ou um muito obrigado. O importante é a dedicação a arte de escrever e se aprender, pois somos todos convidados, desde pequenos, a conviver-se no mérito de estudar e de sermos bons em fazer isso. O ato de escrever é começar por estudando. E somos fieis a isso.
Quando somos devotados ao encontro com nossos mestres professores ao amor pela escrita se faz frequente e muito amada. Lá onde mora a escrita.  A escola. O lugar onde vive maior parte do tempo, o aluno e aluna são convidados a servirem a mesa dos estudos, sendo numa sala de aula, uma biblioteca ou até mesmo a internet. Pelos nossos diversos métodos de escrever e aprender somos levados o tempo inteiro a mudar o paradigma a educação com mais rigorosos sistemas lineares de se educar e se educando. Somente o amor pela escrita nos faz fortes para suportarmos o estudo frenético e frequente de sermos bons estudantes, bons amigos e ótimos filhos e filhas para os pais dos alunos, seja no ensino básico, fundamental, médio e até superior. O coração do aluno é amar a paixão de serem seres de grande valor e carisma.

Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 12/07/2019
Código do texto: T6694330
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
1521 textos (5482 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/19 17:59)
Gumer Navarro