Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que a educação não fará pelo aluno

Não vai dizer o que você deve fazer da sua vida. No máximo lhe apontará as consequências das más escolhas que são ou podem ser feitas.

Não vai dizer como deverá ser como pessoa. No máximo vai te apresentar o que tem ou não valor em sociedade e como profissional.

Não vai te dar motivos para agir ou buscar, que não dependam de sua iniciativa. No máximo te mostrará as consequências de certas escolhas e nunca vai substituir sua iniciativa interior.

Não vai adivinhar o que será o melhor para a sua vida e nem substituirá suas atitudes em direção ao que é melhor para você. No máximo te incentivará a ter uma autonomia que será decisiva ao seu amadurecimento pessoal e profissional.

Ela pode:

a) Te oferecer conhecimentos e ferramentas básicas para voce se desenvolver na área profissional que desejar.

b) Te oferecer as vivências e reflexões básicas que lhe permitirão depois compreender de forma mais inteligente sua cultura, a politica e os demais seres humanos.

c) Te ensinar e cobrar as normas básicas necessárias ao convívio em sociedade: respeito, diálogo, empatia, responsabilidade, solidariedade e cooperação.

A educação não é capaz de se encarregar de todos os aspectos da formação humana. Não é capaz de moldar caráter de ninguém.

A escola não é um depósito de indivíduos com a mente em branco, onde serão ali gravados valores, habilidades, comportamentos e padrões - como se fosse uma fábrica de personalidades.

A inserção do indivíduo em sociedade depende de uma conexão que ele mesmo deve fazer com o mundo e que cabe a família, comunidade, midia e por fim a escola facilitar e oportunizar.

O professor não faz milagres em sala. Nao realiza uma magia do saber. Ele oportuniza, antes de tudo, se tentar colocar na marra alguma coisa em sua mente, vai gerar o efeito contrário.

Esta concepção de escola formadora remonta as escolas para os filhos dos operários, que tinham por objetivo moldar o aluno para a disciplina dura do trabalho fabril. Onde a individualidade se dissolvia na rotina e repetição dos trabalhos pouco estimulantes das fábricas.

O ensino das classes superiores se pautava na individualidade, no estímulo ao talento, à liderança, ao domínio de saberes distintivos e superiores. Tudo é voltado para a aquisição de uma superioridade de um saber que de outra forma não seria possível - inacessivel aos demais.

Como foi dito, o indivíduo se transforma e aprende ao se conectar ao mundo ao seu redor. Se ele vive na pobreza, nos seus diversos sentidos, isto é mundo que tem a sua disposição.

Diferente do colega de uma classe superior que já se conecta a um mundo bem sucedido, ele se conecta um mundo pobre e de poucas oportunidades.

Se pelo menos a demanda por mudança não partir desta sociedade em que ele vive, a escola pouco poderá fazer. Uma escola particular recebe alunos com esta demanda e já sabem o que esperar da escola.

Aqueles das classes mais baixas correm o risco de ver a escola que frequentam como completamente desconexa da vida e de suas demandas específicas.

Ao ignorar este mundo próprio deste aluno mais pobre, ao rejeitar sua individualidade ( que se constroi em um contexto de miséria e poucas oportunidades), toma-se o aluno como uma ta'bula rasa: a aprendizagem ocorrerá, mas fora da sala, com as galeras e as experiências diversas que eles mesmos buscam e arranjam.

Não aprendemos quando não encontramos sentido. E o sentido tem a ver com a conexão entre o que vivo e experimento e os saberes escolares que são ofertados.

Working Class Hero- John Lennon.1

"Logo que você nasce, fazem você se sentir pequeno
Não lhe dando coisa alguma, nem sequer tempo
Até que a dor é tão grande que você não sente mais nada
Um herói da classe trabalhadora é algo para ser
Um herói da classe trabalhadora é algo para ser
Magoam você em casa e te batem na escola
Eles te odeiam se você é esperto, desprezam se é um idiota.
Até que você esteja tão louco que não consiga seguir as regras deles
Um herói da classe trabalhadora é algo para ser
Um herói da classe trabalhadora é algo para ser

Após te torturarem e assustarem por vinte estranhos anos,
Então esperam que você escolha uma carreira,
Quando você não consegue mais funcionar, está tão cheio de medo.
Um herói da classe trabalhadora é algo para ser
Um herói da classe trabalhadora é algo para ser

Mantendo você dopado com religião, sexo e TV
Você pensa que você é tão esperto, sem classe e livre
Mas você continua sendo apenas um plebeu fodido até onde consigo ver"
Um herói da classe trabalhadora é algo para ser
Um herói da classe trabalhadora é algo para ser

Há um lugar ao sol, eles continuam a te dizer
Mas primeiro você precisa aprender como sorrir enquanto mata.
Se você quer ser como o povo do topo do monte
Um herói da classe trabalhadora é algo para ser
Um herói da classe trabalhadora é algo para ser
Se quiser ser um herói, bem, apenas me siga
Se quiser ser um herói, bem, apenas me siga.

1-https://letrasweb.com.br/john-lennon/working-class-hero-traducao.html
Wendel Alves Damasceno
Enviado por Wendel Alves Damasceno em 07/07/2019
Código do texto: T6690625
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wendel Alves Damasceno
Barbacena - Minas Gerais - Brasil
311 textos (9822 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/19 04:17)
Wendel Alves Damasceno