Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem educação, não dá

Nascido em 1843, o alemão Robert Koch foi um renomado patólogo e bacteriologista descobridor do bacilo da tuberculose e um dos fundadores da microbiologia. Há muito que o feito desse cientista inspira as novas gerações em todo o planeta.

O que quero dizer: que sem investimento real na educação, um país não se desenvolve. A verdade, o conhecimento é imprescindível à vida de qualquer indivíduo. Pergunta: por que o ensino, no Brasil, tem péssimo rendimento?

Esse fracasso é resultante de uma série de fatores muito complexos... Difíceis de serem explicados. Porém, não existe um único fator isolado que explique o problema. No entanto, cada vez mais, constata-se que há problemas na formação docente. Muito teórica.

Outros fatores: ninguém pode negar que o nosso fracasso educacional, se deve, em especial, ao descaso e negligência do poder público, ao longo de décadas, com a educação pública e os professores. É preciso esclarecer, também, que durante décadas a educação foi deixada em segundo plano. E isso tem suas consequências e pesa ao passar dos anos...

Nesse triste cenário acinzentado, de nossa realidade educacional, surgem vozes dissonantes. Que lutam para mudar essa situação caótica: uma delas é Priscila Cruz, presidente do Movimento Todos pela educação, que disse mais ou menos o seguinte: O resultado é no aluno. O foco da educação deve ser no professor, aliás, precisamos investir na formação, pagar bem o docente, propiciar que ele tenha uma jornada em uma escola só.

É preciso esclarecer, ainda, que sem investir e valorizar os profissionais de ensino, não se pode esperar que o Brasil se desenvolva e cresça satisfatoriamente. Como consequência, vamos ter dificuldade para formar bons cientistas: como o patólogo e bacteriologista como Robert Koch. Um outro detalhe importante, no Brasil, a educação não atrai bons profissionais porque paga muito pouco. E os grandes talentos, como razão, fogem do magistério.

Acredite quem quiser, a educação é indispensável nessa realidade globalizada em que vivemos. É por meio dela [educação] que se desenvolve a autonomia, senso crítico, cidadania, valores morais e éticos, responsabilidade, protagonismo e uma série competências para lidar com as dificuldades e os problemas que a vida tem. Mas para que tudo isso seja possível, é preciso priorizar a educação e valorizar, realmente, os professores.




Analisedeconjuntura
Enviado por Analisedeconjuntura em 17/06/2019
Reeditado em 18/06/2019
Código do texto: T6675530
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Analisedeconjuntura
São Paulo - São Paulo - Brasil
93 textos (4368 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/08/20 13:34)