Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOS TRILHOS DA SAUDADE...

NOS TRILHOS DA SAUDADE...
As postagens nos Grupos Memória nos remetem à infância, adolescência. Quando tratam da ferrovia, eu, particularmente, me empolgo. Muitas e boas lembranças dos anos 50 e 60. Me recordo bem (tinha uns 4 anos de idade) da travessia pela passarela, quando meu pai ou um dos irmãos mais velhos me colocavam sobre os ombros, para galgarem mais rápido os degraus. E assim eu ia "de cavalinho" tendo uma panorâmica do entorno da Estação de Santo André, no início dos anos 50. Com 7 anos eu já escapava de casa (na avenida XV de Novembro) e me aventurava até as porteiras. Se estivessem abertas, eu subia até a passarela e aguardava a aproximação das composições de carga, que eram mais velozes e ruidosas, pois não reduziam a velocidade. Então descia rápido e ia assistir a abertura e fechamento das porteiras. Se algum transeunte se arriscasse a "furar" a chancela, eu corria e seguia junto, mesmo aterrorizado com a aproximação das locomotivas. Muitas lembranças...
AOS MAIS JOVENS: (*) A São Paulo Railway Company (SPR) foi a primeira ferrovia construída em São Paulo, e a segunda no Brasil. Financiada com capital inglês, sua construção foi iniciada em 1860, enfrentando muitas dificuldades técnicas durante a implantação, principalmente no trecho da Serra do Mar. A concessionária teve o privilégio de exploração da linha por um período de 90 anos, o que lhe garantiu a condição de maior empresa ferroviária do Brasil e em volume de carga. A inauguração aconteceria em 1867 e a denominação Estrada de Ferro São Paulo Railway Company se manteve até o ano de 1946. A ferrovia, com 159 km, ligava o município de Santos ao de Jundiaí, tendo como ponto de passagem a cidade de São Paulo; cruzava os municípios de Cubatão, Santo André (Paranapiacaba), Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires, Mauá, novamente Santo André (área central) e São Caetano do Sul até chegar à capital paulista. (*)
As passarelas da Ferrovia São Paulo Railway SPR foram importadas da Inglaterra, no final do século 19.
(*) Reminiscências / pesquisa de Juares Sasso de Marcos Jardim – Sacy Pererê do Grande ABC / Repórte Web ABCD Rádio Livre - Santo André -/ São Paulo – SP.  A reprodução total ou parcial é permitida, desde que citando o autor.
The partial or complete reproduction of this text is permitted, provided the source is cited.

Juares de Marcos Jardim
Enviado por Juares de Marcos Jardim em 31/05/2020
Código do texto: T6963968
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Juares de Marcos Jardim
São Paulo - São Paulo - Brasil, 72 anos
123 textos (1165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/08/20 02:44)
Juares de Marcos Jardim