Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A cultura de se amar

Com os sentimentos serenando com desenvoltura de consumirmos menos objetos e mais arquivos virtuais o amor pela cultura se começa com desenhos que se tornam quadros e estes se tornam exposições de algum bom museu. Estamos procrastinando não indo às feiras de artesanato, não lendo aquele livro que ajuda muitos ou até estudando uma faculdade que vai lhe ajudar no futuro. E vamos empurrando com a barriga nossas metas de cultura e como aumenta-la e propagar sua existência dentro de nós. Ter cultura não é somente ter, mas tê-la dentro de cada um de nós e disseminá-la como fosse um vírus do bem metaforicamente falando e sentindo ela. Ler um bom livro, discutir alguma tese de conclusão de curso ou até passear no parque tudo isso é cultura também. Como somos um povo que lê até dois livros completos por ano devemos mudar esse paradigma. Países mais desenvolvidos leem de um até dez livros anuais; e não param por aí. Ainda que assome os jornais e revistas que se têm e chegam até dezenas num único ano. A cultura é um sentimento sensato e sincero que abarca cada horizonte de vivência.  Medicina é uma das culturas mais vastas do planeta e depois dela vem à literatura e as profissões de professores e seus discentes e docentes. Como a medicina é uma arte de se querer ver bem o paciente e leva-nos a patamares de longínquas forças interiores; já a literatura coloca no mercado livros novos todos os meses e a arte de mestre nos torna mais capacitada para aprender e também ensinar; e assim pode ser a cultura nas suas mais diversas formas. Com discernimento sincero a cultura é fomentar coisas boas para obtê-las. A cultura de se amar começa na sutura do entendimento e de divagar mais momentos prazerosos e diapasões de sermos mais felizes. De cada momento de que somos como fontes de pazes singulares o amor pela cultura é sentir-se bem e modesto. Com o sentimento de que precisamos sempre nos atualizar o maior amor pela literatura, por exemplo, um bom leitor. E pela medicina um bom artigo e pelo professor um curso a mais. E cada hora de que precisamos uns dos outros para crescer o amor pela arte cultural se torna sensato e trivial. e somos combalidos para amar e querer o bem de tudo e de todos. Na cultura ocidental temos a cultura, norte e americana como norte diferente de países da Europa e outros lugares que ainda preservam suas culturas. E temos protagonistas de filmes de ficção, aventura, romance dentre vários estilos. E de cada filme bom de dez um se salva. E de que o amor de cada ser humano pela cultura. E os tipos de filme que mais se veem no mundo são os filmes infantis. E de também achamos coerente estudar com um bom som no ouvido, aquela música predileta e ou aquele filme sempre favorito. De crer que o mundo não vive sem cultura façamos ao seguinte: comprar e ler livros em casa nestes tempos de crises de corona vírus que dissemina São Paulo, Minas Gerais dentre vários estados brasileiros nestes tempos de pandemia.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 30/05/2020
Código do texto: T6962590
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
4671 textos (15748 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 21:54)
Gumer Navarro