Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maquiavel: O Princípe, Marx e o neoliberalismo.

 Maquiavel  filósofo formulador do Estado moderno, defende a seguinte tese, nenhuma nação poderá prevalecer  com a política das Cidades  Estado.

Portanto, fundamental a unificação da Itália em um único Estado, sendo tal perspectiva a nova civilização.

Desse modo, desenvolveu seu pensamento político, formulando sua teoria de Estado, não em defesa da ética ou da religião.

Com efeito, procurou compreender o fenômeno político em si mesmo, de modo autônomo.

Sendo assim, o foco de suas reflexões, o exercício do poder político pelo Estado.

O livro O príncipe desenvolve uma análise realista do poder político, refletindo as causas do sucesso ou dos fracassos do poder governante.

Na criação da sua teoria do poder político, Maquiavel desvincula as questões políticas dos motivos morais.

Entretanto, a sua visão geral do poder político está associada a uma concepção negativa do homem.

Para Maquiavel o homem é em si ruim, não há por parte da humanidade a propensão ao bem civilizatório.

 O  desejo do homem é o domínio pelo domínio, objetivando  a destruição do próprio homem.

Não esta substancializado  na natureza humana, o fundamento da bondade, pelo contrário a maldade.

Motivo pelo qual é fundamental a construção do Estado, com a finalidade  de desenvolver a civilização.

Sendo assim, não existe civilização sem Estado, a civilização pela sociedade é um equívoco epistemológico, refletiu  posteriormente, Karl Marx,  o que defende hoje o  neoliberalismo.

Para Marx não existe civilização pelo mercado, sem o Estado,  como mecanismo do processo civilizatório, a sociedade desvinculada do poder político, transforma-se  em barbárie, pelo fato do homem ser em si ruim, como analisou Maquiavel.

O Estado existe para  impedir os maus instintos do homem, a política precisa de entender tal análise.

Para Marx o  problema do Estado  sempre está em mãos das  classes dominantes,    pensam  e organizam o poder em defesa dos seus interesses econômicos.

Sendo assim, o Estado é uma organização política dos mais fortes  com o propósito de  dominarem os mais fracos,  necessário portanto, um Estado social, cuja perspectiva a equalização social.

Edjar Dias de Vasconcelos.
Edjar Dias de Vasconcelos
Enviado por Edjar Dias de Vasconcelos em 14/09/2019
Reeditado em 16/09/2019
Código do texto: T6744662
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edjar Dias de Vasconcelos
São Paulo - São Paulo - Brasil
3030 textos (544694 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 10:02)
Edjar Dias de Vasconcelos