Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HEBREUS

Resumo do patriarca Abraão até os dias atuais.
Na Caldéia (Mesopotâmia) na cidade de Ur nasceu e cresceu um homem por nome Abraão que casou com Sara. Após uma forte seca Abrão e sua mulher foram para a Palestina (1750 aC. Como Sara não podia lhe dar filhos por ser estéril, a esposa sugeriu ao marido que tivesse um filho com a escrava egípcia Aghar. Nasceu Ismael. Quando Ismael estava por volta dos 12 anos de idade Sara engravidou, para que seu filho não tivesse de dividir sua herança com um filho bastardo Sara pediu a Abraão que se livrasse de Aghar e do filho Ismael. Abraão os despediu pelo deserto. Mas os dois não morreram e Ismael deu origem aos árabes. De Abraão e Sara nasce Isaac que se casa com Rebeca, nasce Esaú e Jacó. Jacó casa com Lia e Raquel que eram suas primas por serem filhas de Labão que era irmão de Rebeca. José do Egito é filho de Jacó. Atingidos por outro período de seca os hebreus foram para o Egito (1650aC.) foram escravizados até serem libertados por Moisés (1250aC.). Se instalaram na Palestina mas encontraram outros povos morando lá que eram os palestinos descendentes de Esaú. Jacó deu origem aos Israelitas ou judeus. Como estavam enfraquecidos por estarem divididos em 12 tribos resolveram se unir e o primeiro rei hebreu foi Esaul, que queria que seu filho Jonata fosse seu sucessor, mas o profeta Samuel escolheu Davi filho do pastor Jesse. Davi aos 14 anos mata o gigante hitita Golias com uma pedrada na testa e se torna o favorito do rei Esaul. Davi assume o trono do povo hebreu, mas cai em desagrado do Sr. Deus quando se apaixona pela esposa de um general Urias chamada Bate Seba. Davi trama a morte de Urias para ficar com Bate Seba.  Com ela tem um filho que morre com pouca idade, o filho caçula de Davi é Salomão que vai reinar e atingir o apogeu do povo hebreu. Com a ira do Sr. Deus um dos filhos de Davi desonra a própria irmã. Um dos irmãos pune o irmão transgressor com a morte. Dessa forma Davi é punido por Deus com tanto sangue derramado dentro da própria família. Posteriormente Jerusalém é destruída e os hebreus são forçados a marchar para a Babilônia como escravos por cerca de 40 anos permanecem na escravidão até serem libertados pelos persas que invadem e destroem a Babilônia. Ao se revoltarem contra o domínio dos romanos Jerusalém é novamente destruída e o povo é disperso pelo mundo essa passagem fica conhecida como a Diáspora. Após o término da 2ª guerra em 1945, em 1948 com apoio das nações unidas ONU é criado o Estado de Israel dentro da Palestina. Houve muitos confrontos sangrentos entre os dois povos. Em 67 houve a guerra dos seis dias, na qual Israel tomou vários territórios e se apoderou deles até hoje, ampliando o conflito entre palestinos e judeus. Israel sempre foi o braço armado do EUA no oriente por vários motivos comerciais (petróleo) . Hoje há muitos assentamentos de colonos judeus dentro da Palestina ampliando ainda mais os conflitos, os israelenses controlam boa parte da água existente na região, o que fomenta ainda mais as desavenças entre os dois povos descendentes de Esaú e Jacó, e tudo teve início por um prato de lentilha.
Breve relato histórico. A única fonte fidedigna sobre os hebreus é a bíblia, uma vez que muitos documentos foram destruídos ou se perderam ao longo do tempo. Apenas para esclarecimento vejamos as descendências. Abraão = Isaac = Jacó ..................................................Jesus .
Os hebreus são povos semitas originários da Mesopotâmia que passou pela Babilônia e pela Síria, mas se estabeleceram e viveram no Oriente Médio cerca do segundo milênio a.C. e que mais tarde originou os semitas como os judeus e os árabes, mas posteriormente o termo hebreu foi associado somente ao povo judeu. A história da política hebraica é dividida em três fases:  Fase dos Patriarcas: onde por volta de 1750 a.C. os hebreus migraram para o Egito nas proximidades do Nilo devido a uma grande seca que levou à crise na produção alimentícia. Ao se fixar no Egito, os hebreus conseguiram prosperar, mas os faraós egípcios os perseguiram e os escravizaram. Em 1250 a.C. os hebreus saíram do Egito liderados por Moisés para voltar à Palestina. Segundo a Bíblia, na volta dos hebreus à Palestina que Moisés recebeu as tábuas contendo os dez mandamentos de Deus.
 Fase dos Juízes: foi quando os hebreus chegaram a Palestina e esta estava habitada por vários povos e como os hebreus estavam divididos em doze tribos, eles escolheram vários juízes para comanda-los na luta com os povos pela posse das terras. Entre os povos habitantes da Palestina estavam os cananeus e os filisteus. Os juízes desempenhavam o papel de chefes militares, políticos e religiosos que lhe davam poderes, pois eram considerados enviados de Deus para liderar a luta. Josué foi o primeiro juiz e iniciou a tomada da Palestina onde conquistou Jericó. Em 1030 a.C. entregaram o comando a um só rei para diminuir desavenças internas e como estratégia para vencer seus vizinhos.
Fase dos Reis: O primeiro rei foi Saul que suicidou após ser derrotado pelos filisteus e Davi foi seu sucessor que venceu Golias e conquistou o resto da Palestina escolhendo Jerusalém como capital do reino. Com a morte de Davi seu filho Salomão foi seu sucessor. Salomão levou o povo hebreu ao ponto mais elevado de grandeza realizando obras grandiosas. A obra mais importante foi o templo de Jerusalém que abrigava a Arca da Aliança. Salomão possuía habilidade política e para construir obras grandiosas aumentava os impostos e retirava os camponeses da lavoura para ajudar nas construções. O aumento dos impostos também pagava o luxo de toda sua corte e as despesas com numerosos funcionários, além da sua família com 700 esposas e 300 concubinas.
 Economia e Sociedade = Os hebreus viviam do pastoreio e foram desenvolvendo o cultivo de cereais à medida em que foram conquistando terras palestinas. Com os surgimento das propriedades privadas, muitos camponeses ficaram sem terra e pediam empréstimos aos grandes proprietários. Como não conseguiam pagar seus empréstimo, foram escravizados pelos proprietários. Com mão de obra farta os grandes proprietários passaram a vender seus agropecuários e o comércio floresceu.
 A cultura = Os hebreus se destacaram por sua religião e pelas contribuições na literatura. Os hebreus eram monoteístas, mas o monoteísmo se consolidou após as pregações de Amós, Oséias e Isaías. Os profetas reafirmavam a vinda de um salvador que libertaria os hebreus para uma vida eterna. Dá-se o nome de judaísmo para a religião hebraica que ainda esperam a vinda do Messias. Comemoram a páscoa, o pentecostes e os tabernáculos. A páscoa relembra a saída do Egito, o pentecostes celebra a entrega dos dez mandamentos a Moisés e os tabernáculos recorda a caminhada dos hebreus no deserto quando saíram do Egito para voltar à Palestina.  A literatura =A maior força está concentrada nos Salmos, no livro de Jó, nos Provérbios e Cântico dos Cânticos. Os salmos são poemas que transmitem ensinamentos, Jó é uma reflexão filosófica, Provérbios ensinam sabedoria e disciplina e Cântico dos Cânticos é um poema de amor sensuais.
Os hebreus foram um dos povos que mais influenciaram a civilização atual. Sua religião o judaísmo influenciou tanto o cristianismo quanto o islamismo. Portanto os termos hebreus, judeus e israelitas se referem ao mesmo povo a diferença está apenas na época. Hebreus, época de Abraão, Judeus nome dado ao povo descendente da tribo de Judá filho de Jacó, Israel nome dado ao mesmo povo após Jacó se encontrar com um anjo do Senhor Deus e receber esse nome. Atualmente damos o nome de Israelita a todos que residem em Israel, nação criada em 1948 logo após a segunda guerra.
Uma das principais fontes de estudo do povo hebreu é a bíblia chamadas pelos judeus de Torá, a Torá é compostas pelos cinco primeiros livros bíblicos, Gênesis, Êxodo, Levíticos e Deuteronômio. Portanto o que deve ficar claro é que a Bíblia é uma junção de vários livros. Quando os hebreus migraram para o Egito esse país estava sob o domínio dos hicsos, mas quando os hicsos foram expulsos os egípcios escravizaram os Hebreus. O tempo de escravidão dos hebreus durou cerca de 400 anos quando foram libertados por volta de 1250 A.C. liderados por Moisés, eles foram novamente para a Palestina. Essa viagem ficou conhecida como Êxodo, em que Moises recebeu no Monte Sinai a Tábua contendendo os Dez Mandamentos. Ao chegar na Palestina encontraram outros povos e precisaram reconquistar a terra, conquistaram Jericó liderados por Josué sucessor de Moisés, considerado o primeiro Juiz. O segundo Juiz Foi Sansão que foi traído por Dalila. O terceiro foi Samuel que ungiu a cabeça de Davi. Para enfrentar os inimigos resolveram unir todas as tribos sob a liderança de um rei, o primeiro rei hebreu foi Saul (1010 A.C.) foi sucedido por Davi que matou o gigante Filisteu Golias com uma pedrada. Salomão filho de Davi com Bate-Seba foi o sucessor de Davi.

O rei Salomão foi agraciado pelo Senhor com muita beleza física e sabedoria, Deus incumbiu Salomão de construir o Templo de Jerusalém. Para edificar vários projetos Salomão passou a cobrar muitos impostos. Com a morte de Salomão em 930 A.C.  o seu reino se dividiu em duas partes, Reino de Israel formado por dez tribos com capital em Samaria localizada ao norte e o reino de Judá formada por duas tribos tendo como capital Jerusalém localizada ao sul. Estando divididos hebreus se enfraqueceram e foram derrotados pelos Assírios em 722 A.C. o reino de Judá foi derrotado em 587 A.C. por Nabucodonosor, o templo de Jerusalém foi destruído e o povo levados cativos para a Babilônia até 539 A.C. 48 anos, esse episódio ficou conhecido como Cativeiro da Babilônia, é visto como castigo de Deus pela má conduta do povo. Quando os Persas conquistaram a Babilônia em 539 A.C. os hebreus foram libertos e reconstruíram o Templo de Jerusalém, mais tarde os hebreus foram dominados por outros povos inclusive o romano. No ano70 d.C. os judeus se rebelaram e foram esmagados pelas legiões romanas, O imperador romano Tito destruiu Jerusalém e expulsou os judeus da Palestina. Nessa fase os judeus se dispersaram (Diáspora), isto é, a dispersão dos judeus pelo mundo, durou 1850 anos. Mesmo dispersos continuaram a seguir sua religião e cultura nas sinagogas. Os judeus acreditam em um único Deus (monoteístas) e que foram escolhidos por Deus para servir de exemplo para a humanidade. Sua religião é chamada de Judaísmo. Os judeus mantém várias cerimônias e festas, uma delas é a Páscoa, que celebra a libertação dos judeus do cativeiro do Egito. Cabe lembrar que hoje judeu é designado a todo praticante do judaísmo e não de uma raça e, que o judaísmo é a base das religiões cristãs e muçulmanas.
nestorfelini
Enviado por nestorfelini em 16/08/2017
Código do texto: T6085162
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
nestorfelini
Santo André - São Paulo - Brasil, 70 anos
76 textos (54365 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/08/20 04:01)