Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Amante Da Rainha

O cinema dinamarquês tem me chamado atenção redobrada, por vários motivos. Diretores brilhantes que trabalham em cumplicidade com roteiristas, fator primordial para a criação de filmes, que alcançam grandes bilheterias atraindo espectadores de todas as idades. Elencos de alta performance, figurinos impecáveis, cenas externas deslumbrantes e enredos essencialmente profundos, instrutivos e cativantes. A sétima arte no citado país, conta com o apoio do Instituto de Cinema da Dinamarca (Dinamarques: Det Danske Filminstitut) é a agência nacional da Dinamarca órgão responsável pelo suporte e incentivo ao cinema e à cultura cinematográfica daquela nação. Ressalto ainda o belo idioma, dinamarquês (dansk) é uma língua germânica do norte falada por cerca de seis milhões de pessoas, principalmente na Dinamarca e na região de Schleswig-Holstein, no norte da Alemanha, onde tem status de língua minoritária.

O filme em questão: O Amante da Rainhak
Data de lançamento: 8 de fevereiro de 2013 (Brasil)
Direção: Nikolaj Arcel
Idiomas: Língua inglesa, Língua dinamarquesa, Língua francesa, Língua sueca, Língua alemã.

Baseado em fatos históricos nos apresenta um elenco de alta performance,  Mads Mikkelsen, David Dencik, Alicia Vikander, Mikkel Boe Følsgaard, Trine Dyrholm, Thomas W. Gabrielsson, William Jøhnk Nielsen e outros. Vencedor do Urso de Prata em Berlim. É uma adaptação original de "Os Homens que não amavam as mulheres". Seu foco é sempre a narrativa e quem a conduz é a brilhante atriz Alicia Vikander, dando um show de interpretação  a  ponto de deixar o espectador inserido na história,  tornando-se um personagem do próprio longa. Blokcbuster, pois atingiu uma bilheteria de 14,5 milhões de dólares.

O enredo é simplesmente fascinante, com final trágico, visto que, envolve  uma traição amorosa em meio à realeza. O longa tem um desenrolar impressionante, envolvendo fortes sentimentos, angústia, temores, traição, amor, paixão. Ocorre no século XVIII.  Uma das principais personagens é Carolina (Alicia Vikander),  uma jovem britânica que se torna rainha da Dinamarca, após casar-se com o rei Christian VII (Mikkel Boe Folsgaard), que sofre de insanidade mental. Rei e rainha deveriam viver em harmonia governando um país que acabou descobrindo as ideias iluministas por meio de um personagem sobre o qual falaremos a seguir, com o intuito de promover ações para eliminar e a escravidão , abolir a censura, acabar com o privilégio dos nobres, entre outras.

Em uma viagem pela Europa, a saúde do monarca tende a piorar dia após dia e um acompanhamento médico torna-se necessário. O médico alemão Johann Struensee (Mads Mikkelsen) vem dar-lhe suporte médico e rapidamente conquista a confiança do rei, tornando-se seu confidente e principal conselheiro. Em muito breve tempo é promovido a médico da corte, Struensee também se aproxima de Caroline. O isolamento da rainha, é um fator preocupante  e  Struensee recebe ordens para examiná-la e descobrir as causas do seu "mau humor". Nada satisfeita com a ordem sobre a consulta, Caroline tem um impulso positivo ao ver na instante do médico, livros de Rousseau e Voltaire. Aliada à leitura dos iluministas, a paixão explosiva entre o médico e a rainha, fato que mudaria radicalmente a história da Dinamarca.  O Iluminismo foi um movimento intelectual que surgiu  na Europa,  no século no qual ocorreu a história,  defendia o uso da razão (luz) contra o antigo regime (trevas)  e pregava maior liberdade econômica e política.

O filme segue uma trilha convencional, todavia no que se propõe é completamente eficaz, contando de forma excepcional uma história que consegue unir dois temas gigantescos: amor e política.

Singularmente os dramas pessoais da rainha são tão intensos quanto os do povo, de modo que se misturam em uma associação plenamente consistente. As cenas externas são belíssimas, figurino impecável. Alicia Vikander e Mads Mikkelsen, atuam divinamente bem , assim como, no ápice do drama, em minutos finais, Alicia em uma cena comovente, demonstra toda a excelência de uma atriz com talento incomparável.
A profundidade de detalhes fica no ar, para quem quiser assistir e não serei  “spoiler”.  Em suma, filme altamente recomendável.


Verdana Verdannis
Enviado por Verdana Verdannis em 04/06/2019
Reeditado em 04/06/2019
Código do texto: T6664784
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verdana Verdannis
Fortaleza - Ceará - Brasil
230 textos (21728 leituras)
53 áudios (2707 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 00:01)
Verdana Verdannis