Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


"OS GAMBUZINOS" - Introdução ao Livro


Introdução ao Livro “Os Gambuzinos” de Silvino Potêncio (Emigrante Transmontano em Natal/Brasil)
O Poeta Americano Thomas Stearns Eliot Naturalizado Inglês ganhou o Prémio Nobel em 1948 - ano do meu nascimento - e por isso vos trago aqui as palavras dele que eu guardo em moldura já dependuarada na parede há vários anos: 

Como este livro foi começado num final de ano e início do ano seguinte, eu completo este breve Prólogo com a citação do Nobre Poeta Americano T. S Eliot onde ele costumava dizer; " as últimas palavras do ano passado pertencem à língua do ano passado. “As palavras do próximo ano aguardam outra voz, Terminar é começar" 
 
 ***************
Meus Caríssimos Leitores!,

Sem querer parafrasear a marca registrada do midiático Amigo A.A. – e quem era este A.A. ? (Artur Agostinho um dos mais prestigiados profissionais Repórteres Desportivos da Rádio e da Televisão Portuguesa no período anterior ao Golpe de Estado de 25 de Abril de 1974)
Ah, ah, ah, - bom dia, boa tarde, boa noite!...(aonde quer que se encontrem!, ainda que seja no morro da Lua,... la minha saudosa Lua nda), tenham todos uma boa leitura!
- Tenham todos um bom momento de recordação, porque recordar é viver!
>>>>>> 
E, Já que terminei o meu assunto anterior no Livro dos meus “Nïzcaros” ( o das crónicas entituladas de ® "OS NÏZCAROS! ") eu pretendo a partir de agora, se o respeitável público assim mo permitir, e bem assim como também o “livro de Visitas” aberto aqui ao público neste espaço continuar a servir de "saco de pancadas". Podem bater palmas, pois o tema idealista desta obra é baseado em um verdadeiro herdeiro do "Sacco & Vanzetti" xuxial, xuxialista, de carteirinha assinada na oposição! a tudo que estivér do lado oposto às ideias dele (eu, Autor), eu lhes enviarei, vez por outra, as minhas notícias independentes!
Eu vou soletrar melhor:
- in de pen dentes! onde; o "IN" significa que estou dentro da abortada "internacional xuxialista". o “DE” significa que eu estou realmente "de espreita" ao que se vai passando por terras de sua majestade o "sabiá"!,... que é o cantor de plantão na Assembleia da Répùblica Lusitana, e… se o leitor não sabia, ficará-lho sabendo agora aqui neste livro e no portal virtual onde pretendo divulgar de vez em quando estes meus “Gambuzinos”, e onde o PEN como todos sabem, significa caneta, lápis, pena (em Português é PENA), para eu fazer as noticias mas que eu as imagino e as traduzo aqui por enquanto, apenas como imaginárias porque na vida real “Gambuzinos” não existem.
E por isso nem eu nem ninguém de bom senso vai conseguir agarrar nenhuns "Gambuzinos" com os DENTES.
A título de prévia orientativa do que realmente sairá da ponta da minha caneta, em forma de pena (que ninguém me dê valor!) eu ressalto aqui já;  a música que todos cantam após as notas de final de curso:
- “Coimbra tem mais valor, na hora da despedida”!... ou seja, só damos valor a Coimbra depois de a termos deixado para trás?! 


 
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 22/12/2018
Reeditado em 04/01/2019
Código do texto: T6533425
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Silvino Potêncio
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 70 anos
472 textos (57977 leituras)
1 áudios (168 audições)
1 e-livros (576 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/01/19 11:02)
Silvino Potêncio

Site do Escritor