Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coleções de acrósticos 534

Atender

Assim a nossa verdade,
Todos são humanos,
Esse errado e o acerto,
Nada mais pelas línguas,
Donde o corpo e oração,
Estamos como versos,
Redimido de todas as irem.

Der

Donde o corpo se ama,
Estamos como versos,
Rivas e suas mentes.

Poente

Padecentes no purgatório,
Onde o marasmo seres,
Estamos como adjuvantes,
Nada mais pelas línguas,
Todos os corações seres,
Etecetera como vozerios.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 08/04/2021
Código do texto: T7226827
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 37 anos
7517 textos (23246 leituras)
1 e-livros (13 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/21 10:24)
Gumer Navarro