Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que você precisa saber para fazer o bolo perfeito?

Como este blog não é feito apenas de narrativas extenuantes, vamos mostrar aqui o lado prático da vida! Sim, eu tenho um vasto conhecimento em confeitaria e suas técnicas e dá até para dizer que já faço disso a minha profissão.

Boa parte de todo o conhecimento que eu tenho, adquiri na Internet, fuçando mesmo! Mas, eu confesso que existe uma tradição bastante arraigada na minha família com respeito à confeitaria e a cozinha em geral. Então, podemos dizer que herdei certos dotes culinários como um legado de família.

Enfim, um dos itens (ou talvez o item) mais clássico na confeitaria é o bolo, que, em suas centenas de milhares de formas e sabores, representa muitas vezes motivo de temor para muitas pessoas que precisam recorrer à iguaria para o café da manhã, para a sobremesa ou mesmo para uma festa. Já fui confrontado com dezenas de situações em que um simples ato infeliz pôs em risco uma receita inteira!

O que é necessário saber, então, para não dar nada errado na hora de preparar um bolo?

Em termos simples, o preparo da massa é feito em passos importantíssimos que devem ser seguidos à risca! A confeitaria é conhecida pela exatidão das receitas, visto que ocorre um verdadeiro processo de transformação química nos doces.

Os ingredientes da massa de um bolo não foram colocados lá aleatoriamente por algum comilão maluco, antes disso, cada um deles exerce a sua função na quantidade em que foram empregados, como segue:

Os ovos: são a base para praticamente TODAS as receitas de massa de bolo! As claras, que são compostas de água e albumina, fornecem o aerado necessário para auxiliar a fermentação e garantir que ela ocorra de maneira uniforme. As gemas, que são basicamente gordura, funcionam como um emulsificante natural, dando liga e fornecendo estabilidade.

O açúcar: sendo basicamente carboidrato, o açúcar tem uma função estabilizante e, além de obviamente fornecer o dulçor da receita, auxilia na estrutura por estabilizar e manter a aeração das claras.

A farinha de trigo: todos nós aqui sabemos que a farinha de trigo contém uma proteína chamada glúten. Essa proteína fornece a elasticidade da massa de bolo, que permite que ela adquira estrutura e fofura.

O leite: exerce a função de homogeneizar as bases da massa, que são os ovos, o açúcar e a farinha. Em muitos casos, a receita não leva leite, pois, de fato, somente os ovos conseguem auxiliar na homogeneização.

O fermento: como o nome já diz, o fermento é responsável pela expansão da massa no forno. Existem receitas de pães-de-ló que não requerem fermento, pelo fato de que os ovos conseguem efetuar o que chamamos de “Crescimento Mecânico”.

Sabendo disso, é muito importante estarmos atentos às quantidades das receitas. A maioria dos erros cometidos, ocorre na adição da farinha. É imprescindível que a quantidade adicionada à receita seja a mais exata possível. Apenas algumas gramas a mais de farinha pode fazer com que o fermento e os ovos não executem a função de expansão e o bolo pode solar. Além disso:

Sempre peneire a farinha: assim você garante que ela esteja seca e leve o suficiente para ser agregada à massa.

Mexa somente até a farinha ser incorporada à massa: é comum ver nas novelas e nos seriados de TV as “donas de casa” mexendo vigorosamente uma massa de bolo como se estivesse engrossando curau. A verdade é que quanto mais se mexe a farinha mais glúten ela desenvolve. Consequentemente, a massa fica mais pesada e elástica e mais dificuldade o fermento encontra para agir. Então, sumiu a farinha, pare de mexer.

Seja o mais exato possível na adição de ingredientes: a receita com certeza vai desandar se as quantidades não forem respeitadas.
pré-aqueça o forno a 180ºC pelo menos 10 minutos antes de assar o bolo: todo bolo entra no forno a 180 graus e sai a 180 graus. Pré-aquecer o forno dez minutos antes, garante que a temperatura esteja uniforme e asse o bolo por inteiro. Acima de 180 graus o bolo pode embatumar ou encruar.

Ao fazer o teste do palito, fure no centro e não nas bordas: você só saberá se o bolo está bem assado se furar no centro, pois o cozimento acontece a partir das bordas. Assim você não corre o risco de retirá-lo do forno e encruar.

Siga as dicas acima e você vai cometer menos erros na hora de preparar o bom e velho bolo!
Renato S R Sá
Enviado por Renato S R Sá em 15/06/2017
Código do texto: T6028171
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renato S R Sá
Campinas - São Paulo - Brasil, 27 anos
12 textos (164 leituras)
1 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 09:45)
Renato S R Sá