Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando um gato cai de uma árvore, ele se desprende de si mesmo, Alan Watts

Quando um gato cai de uma árvore, ele se desprende de si mesmo. O gato fica completamente relaxado e levemente aterrissa no chão. Mas, se um gato estiver prestes a cair duma árvore e subitamente sua mente decidir que não quer cair, ele ficará tenso e rígido; consequentemente, restará apenas um saco de ossos quebrados no chão.

Da mesma forma, assim é a filosofia do Tao porque em nossas vidas a todo momento estamos caindo duma árvore. É uma questão de fato: a partir do momento em que nascemos somos expulsos de um precipício; estamos caindo e não há nada que possa impedir isso.

Então, em vez de viver num estado de tensão crônica, agarrando-se a todo tipo de coisa que na verdade está caindo juntamente conosco, porque o mundo inteiro é impermanente, seja como um gato.

Alan Watts
Enviado por Aislan Alves Bezerra em 17/11/2016
Reeditado em 17/11/2016
Código do texto: T5826008
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alan Watts, What is Tao? Excerto da obra traduzido por Ian Maker.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aislan Alves Bezerra
Feira de Santana - Bahia - Brasil
33 textos (2561 leituras)
9 áudios (1468 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/05/17 18:30)
Aislan Alves Bezerra