Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



Através da janela
Posso ver....

As nuvens bailando,
os pássaros em cantorias
pessoas que caminha,
outros que voltam.

Vejo o mundo,
pela vidraça,
vejo a vida
diante de furos.

Furos;
ha tantos furos,
ha tantas vidraças
estraçalhadas
como esta que tento
ver uma pequena flor.

Que será que virá
após uma vidraça como esta?
mais furos...furos de bala.

De onde partiu?
bem sei...
quase atinge o peito
do meu filho.

Através de uma mão assasina,
que continua na impunidade,
___até quando?

07.01.217




Gostaria,
sim, de poder
deixar e ver meu filho
eu.....

Poder sentar-mos
próssimo a janela,
e ver o mundo com
segurança, calma,
e prazer em ver o sol
nascer, se pondo no infinito.

dedico a você Malandro "B"

07.01.217.


 
Sterreza
Enviado por Sterreza em 07/01/2017
Código do texto: T5875103
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sterreza
Paraiso - São Paulo - Brasil
283 textos (6472 leituras)
12 áudios (294 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/07/17 15:31)
Sterreza

Site do Escritor